Opinião

9 sinais de que você finalmente está num relacionamento maduro e adulto

Durante anos eu acreditei na ideia de que os relacionamentos precisam de algum tipo de drama para serem "reais". Agora que estou vivendo um relacionamento mais estável, estou percebendo que aquela mentalidade era equivocada e era exaustiva.
Esta postagem foi publicada na plataforma, agora fechada, do Colaborador do HuffPost. Os colaboradores controlam seu próprio trabalho, que são postados livremente em nosso site. Se você precisa denunciar este artigo como abusivo, envie-nos um e-mail.

www.facebook.com/xandrissart" data-caption="16 x 20 in. Acrylic on canvas. $200.00 This work also has a hand made box frame, also by the artist. Please like and follow me on facebook- Thanks! www.facebook.com/xandrissart" data-credit="Xandriss, Single Line Artist/Flickr">

A mídia define muitas coisas no mundo atual, incluindo os relacionamentos.

Pode ser o amor não correspondido, o amor proibido ou o amor apaixonado, mas as ideias da mídia sobre o amor sempre têm um elemento em comum: a dramaticidade.

Afinal, é o drama que move a mídia.

Mas, sabe de uma coisa? Quando você vive um relacionamento cheio de drama, a realidade não é tão agradável assim. Relacionamentos cheios de drama são uma m...a, e não há nada de romântico ou atraente nisso.

Para ser franca, os relacionamentos de verdade podem ser considerados quase entediantes, e isso não é algo que a mídia valoriza.

Durante anos eu acreditei na ideia de que os relacionamentos precisam de algum tipo de drama para serem "reais". Agora que estou vivendo um relacionamento mais estável, estou percebendo que aquela mentalidade era equivocada e era exaustiva.

Pela primeira vez na vida, estou vivendo um relacionamento saudável e maduro. É diferente de qualquer outro que já tive, porque este relacionamento é para valer. É sólido. É estável. É tudo o que eu sempre quis e tudo que eu nunca soube que precisava.

E é tudo do qual eu fugia no passado, porque achava que seria um tédio. Só agora estou percebendo que existe uma diferença entre um relacionamento "entediante" e um relacionamento estável e maduro.

1. Ser a companheira de sua cara metade não é difícil.

Até pouco tempo atrás, eu sempre tinha dificuldade quando estava em um relacionamento. Os sentimentos de incerteza e ansiedade eram enormes. Sentir segurança no relacionamento não era o normal para mim.

Talvez seja óbvio, mas para mim não era: as coisas não deveriam ser assim. Ser a companheira de uma pessoa deveria ser tranquilo. Não deveria ser algo que você sente como um peso ou uma responsabilidade.

2. Vocês não precisam ficar em contato 24 horas por dia.

Faz parte de um relacionamento adulto entender que cada um dos parceiros tem seu próprio mundo, à parte do mundo do outro. Isso quer dizer que não é viável vocês passarem o tempo todo juntos ou ficarem trocando mensagens o tempo inteiro. E é normal que seja assim.

Na verdade, é até legal. Amo meu namorado, mas se eu falasse com ele constantemente, ficaria louca.

3. Você não quer mudar a sua cara metade.

Confesso que eu sempre procurei pessoas com problemas e tentava "consertá-las" - e isso nunca termina bem. Não é isso o que acontece em um relacionamento saudável.

Num relacionamento saudável, transformar seu parceiro nem deve ser um desejo seu. Mudar pequenos hábitos irritantes é uma coisa, mas você não deve ter o objetivo de mudar ou "consertar" quem é aquela pessoa. Talvez ele ou ela não seja perfeito(a), mas você não deveria querer que seja.

4. Seu amado complementa você - e a desafia.

Em vez de sempre concordar sobre todos os aspectos da vida, seu parceiro contesta e desafia seus pontos de vista. Ele lhe apresenta novos pontos de vista - e podem ser ideias que contrariam as suas.

Quando vocês dois discordam sobre uma questão, não é o fim do mundo. Vocês reconhecem a posição um do outro e seguem adiante.

5. Falar do futuro não é assustador.

Nos relacionamentos imaturos, há menos certeza e menos comunicação sobre o próprio relacionamento; logo, menos abertura para discutir o futuro.

Em um relacionamento adulto, é possível fazer planos com meses de antecedência, sem que haja dúvidas sobre como a relação de vocês dois vai estar ou deixar de estar nesse futuro.

6. Vocês podem discordar, mas não brigam seriamente.

Observar como a outra pessoa discute e ajustar seu próprio estilo de discutir é algo que se aprende, mas que faz parte de um relacionamento maduro. Por exemplo, eu tendo a me calar e me fechar quando estou brava; meu namorado é mais direto.

Não foi fácil para nós dois nos adaptarmos no primeiro momento, mas, agora que cada um conhece mais o jeito do outro na hora da discordância, conseguimos nos dizer as coisas de maneira mais madura.

7. Demonstrar seu amor concretamente torna-se mais importante que expressá-lo verbalmente.

Antigamente me irritava o fato de eu dizer a meu namorado que o amo mais do que ele fazer o mesmo comigo. Ele, por outro lado, não diz "eu te amo" com tanta frequência, mas demonstra que me ama com suas ações.

Com o tempo, pude perceber que isso é preferível a ouvir "eu te amo" o tempo todo. Às vezes o amor está nas ações do cotidiano, mais que nas palavras, e isso é sem dúvida uma visão mais madura.

8. O ciúme não é um problema que aparece, porque o relacionamento é baseado na confiança mútua.

Em um relacionamento adulto, o homem pode ter amigas e a mulher pode ter amigos, sem que o mundo acabe por causa disso. Cada um dos dois sente confiança no outro. Nenhum dos dois tem uma preocupação infundada com a possibilidade de traição.

9. Vocês estão em sintonia um com o outro, mental e fisicamente.

Pode parecer que estou falando em sexo, mas não é o caso. Estou falando em conhecer uma pessoa tão bem e ter desenvolvido um vínculo tão íntimo que o menor movimento dela pode ser previsto. Cada um de vocês pode concluir a sentença que o outro começou. A outra pessoa se torna uma extensão sua, de uma maneira sadia.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.
Casais praticando Ioga