Maurício Santoro

Political scientist, professor, Department of International Relations of the State University of Rio de Janeiro

Cientista político, professor do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Está no twitter: @msantoro1978.
O que foi feito um ano após rapto das meninas na

O que foi feito um ano após rapto das meninas na Nigéria?

Nesta terça faz um ano que o Boko Haram raptou quase 300 meninas numa escola no nordeste da Nigéria. Cerca de 50 delas conseguiram escapar e sabe-se que o restante é submetida à violência sexual e casamentos forçados. O grupo extremista existe há mais de 10 anos, mas foi somente com essa atrocidade que houve uma reação global expressiva, a campanha #BringBackOurGirls. O que mudou desde então?
14/04/2015 14:33 -03
Privacidade é o novo nome da liberdade na

Privacidade é o novo nome da liberdade na internet

O tema virou a nova fronteira da agenda de direitos humanos, estimulado pelos avanços da tecnologia da informação e pelas denúncias de Edward Snowden sobre a vigilância em massa executada pelos Estados Unidos e outros governos. A Anistia Internacional lançou campanha a respeito do tema, que inclui uma pesquisa realizada em 13 países em seis continentes indicando alemães e brasileiros como os povos mais preocupados em proteger sua intimidade diante da espionagem digital - 2 em cada 3 internautas de ambos os países temem interferências de seus governos nas suas atividades online.
19/03/2015 15:28 -03
Anatomia da violência: analisando o Estado

Anatomia da violência: analisando o Estado Islâmico

O Estado Islâmico ganhou visibilidade internacional com uma série assombrosa de vitórias militares entre junho e setembro de 2014, na qual capturou Mosul, a segunda maior cidade do Iraque e cercou minorias étnicas e religiosas nos montes Sanjar, ameaçando-as de extermínio. Contudo, as raízes do grupo remontam ao início da década de 2000.
18/02/2015 17:31 -02
Venezuela: em crise, um ano após

Venezuela: em crise, um ano após protestos

Neste mês faz um ano dos grandes protestos que ocorreram na Venezuela em 2014 e que foram reprimidos de forma violenta pelo governo de Nicolás Maduro, com pelo menos 43 mortos e 870 feridos.
13/02/2015 14:22 -02
A contramão da História: pena de morte e guerra às

A contramão da História: pena de morte e guerra às drogas

A guerra às drogas é um fracasso global, dos pelotões de fuzilamento da Indonésia ao matar e morrer das favelas brasileiras. São elos na mesma cadeia. A inédita execução de brasileiro por governo estrangeiro ajuda ao menos a incentivar o debate acerca do quanto precisamos mudar.
18/01/2015 09:56 -02
'Precisamos conversar sobre a

'Precisamos conversar sobre a Nigéria'

O governo nigeriano tem sido ineficaz em enfrentar o Boko Haram, em grande medida pela precariedade de suas forças de segurança, marcadas por violência e corrupção. Há denúncias até de vendas de armas aos rebeldes. A Anistia Internacional selecionou a Nigéria como um dos cinco países em destaque em sua campanha global contra a tortura. A brutalidade policial e militar com frequência assusta a população e dificulta a cooperação necessária para obter informações sobre o Boko Haram.
14/01/2015 13:05 -02
Duas ou três coisas que sei sobre o

Duas ou três coisas que sei sobre o futuro

Se aquele DeLorean passasse por minha rua, eu pediria uma carona. Mas sem tanta pressa assim. Do nosso próprio jeito, este futuro que inventamos em 2015 é tão interessante quanto o dos filmes e com frequência mais surpreendentes.
02/01/2015 10:49 -02
O caminho até o acordo entre Cuba e os

O caminho até o acordo entre Cuba e os EUA

A economia mudou mais rápida e profundamente do que a política. Fidel - e seu irmão e sucessor Raúl - mantiveram o monopólio do poder do Partido Comunista, a proibição à imprensa independente e a recusa em realizar eleições livres. Contudo, o discurso oficial passou a ficar mais nacionalista e menos marxista.
17/12/2014 23:41 -02
'Já me cansei do

'Já me cansei do medo'

O México hoje é a América Latina em volume mais alto, lá se mostram de maneira mais dura tendências preocupantes que estão presentes também nos outros países da região. Os protestos impulsionados pelo assassinato dos 43 estudantes tocam problemas estruturais que estão na base desses crimes, mas vão além deles.
27/11/2014 09:49 -02
'Como a Alemanha reunificada lida com seu

'Como a Alemanha reunificada lida com seu legado?'

No dia 7 de novembro se completam 25 anos da queda do muro de Berlim, o marco das revoluções quase sempre pacíficas que destruíram os regimes comunistas na Europa Oriental e União Soviética. Por que ele foi construído? Qual seu impacto?
07/11/2014 14:26 -02
Lições da Alemanha sobre

Lições da Alemanha sobre memória

A Alemanha é referência internacional em políticas de memória pelo modo como estabeleceu marcos para lembrar as atrocidades cometidas durante o nazismo.
08/10/2014 10:23 -03
Quem tem medo da memória sobre a

Quem tem medo da memória sobre a ditadura?

Países que atravessaram ditaduras, guerras civis ou outros tipos de conflitos violentos precisam estabelecer mecanismos de justiça de transição que lhes permitam apurar as atrocidades do passado, oferecer reparações às vítimas e punir os perpetradores.
23/09/2014 12:58 -03
Um tiro com muitos ecos: 100 anos da Primeira Guerra

Um tiro com muitos ecos: 100 anos da Primeira Guerra Mundial

Cem anos atrás, no dia 28 de junho de 1914, um militante nacionalista da Sérvia assassinou com um tiro o herdeiro do trono do império da Áustria-Hungria. De agosto daquele ano até novembro de 1918, mais de 15 milhões de pessoas morreram no conflito.
29/06/2014 15:45 -03
Um olhar sobre a ocupação da

Um olhar sobre a ocupação da Maré

O prazo exíguo da ocupação, que vai até julho, reforçou o sentimento de ceticismo em muitos moradores, que de modo geral enxergam a operação como um espetáculo para a opinião pública por conta da realização da Copa do Mundo e não como um serviço público para garantir os direitos da comunidade.
12/04/2014 14:36 -03