Laura Folgueira

Tradutora e editora, especialista em literatura brasileira. Cofundadora da Kayá Editora

Laura Folgueira é editora de livros, tradutora e produtora de conteúdo. Formada em jornalismo, se especializou em literatura brasileira depois de ter escrito o livro-reportagem Maldita, devota: Histórias da vida de Hilda Hilst; hoje, estuda a tradução da obra da autora em Mestrado na USP. Cofundadora da Kayá Editora – voltada à publicação de livros femininos e feministas –, faz parte do coletivo de mulheres Casa de Lua.
Em defesa de uma festa literária

Em defesa de uma festa literária inclusiva

O curador é homem (sempre foi). O diretor-geral é homem. O homenageado é homem (também sempre foi, com apenas uma, notável, exceção, em um já longínquo 2005). Os convidados, bem, são em sua grandessíssima maioria homens: as mulheres são apenas sete, ou 15%.
16/07/2014 18:01 -03

"Ela morreu há 10 anos, e ainda sobram estereótipos"

Dez anos depois de sua morte, o cenário parece ter mudado radicalmente. É pena, depois de em vida ter clamado tanto por reconhecimento, que Hilda não tenha podido testemunhar o leque de homenagens que vem recebendo.
11/04/2014 14:29 -03
Por que decidi me assumir

Por que decidi me assumir feminista

Desde que comecei a declarar em qualquer situação que sou feminista, comecei a receber reações de todos os tipos, inclusive de pessoas que depois se descobriram feministas.
07/03/2014 18:43 -03