profile image

Bárbara Semerene

Jornalista. Observadora atenta do cotidiano. Estudiosa do comportamento humano. Amante da psicanálise. Mãe.

Bárbara Semerene foi editora e repórter na área de comportamento em revistas femininas e masculinas do mercado editorial em São Paulo. É autora do livro “Quer Namorar Comigo?”, da Editora Matrix, direcionado ao público adolescente. Atualmente vive em Brasília, onde trabalha como assessora de comunicação em órgãos públicos, e foi professora na faculdade de Jornalismo do Instituto de Ensino Superior de Brasília (IESB).
Mãe, te odeio porque te

Mãe, te odeio porque te amo

Algumas mulheres devem saber "negociar" melhor a amarga descoberta que as filhas vão fazendo aos poucos: a de que a mãe é uma mulher múltipla e imperfeita.
14/05/2017 11:13 -03
Por uma Nise da Silveira no sistema penitenciário

Por uma Nise da Silveira no sistema penitenciário brasileiro

Desde que a criança nasce, é comum os pais darem reforços negativos (em vez de positivos) para que ela "aprenda" a obedecer e agir "corretamente", utilizando de ameaças e manipulação através do medo. O subtexto, na visão da criança, é: só serei amada se eu for como os outros desejam. E, assim, passam boa parte da vida sem saber quem realmente são, reproduzindo comportamentos, sem sequer arriscar olhar para dentro. Seus desejos não conseguem passar da fronteira de seus corpos oprimidos. E assim, seguem a vida na eminência de explodir desenfreadamente a qualquer momento, uma vez que nunca se sentiram acolhidos em sua essência o suficiente para se permitirem se ver no espelho, se respeitar e se expressar com liberdade.
05/01/2017 13:20 -02
O fim do casal Bonner & Fátima e do mito do amor

O fim do casal Bonner & Fátima e do mito do amor eterno

No último mês, testemunhei ao menos três separações. Duas grandes amigas minhas se divorciaram - ambas na faixa dos 40, com filho pequeno -, além do casal global Fátima Bernardes e William Bonner. Mas nada foi tão trágico quanto a reação da população brasileira ao rompimento da dupla televisiva.
09/09/2016 12:14 -03
Ter filho une as

Ter filho une as amigas

O curioso é que retomei laços de amizade de uma maneira muito mais intensa e íntima do que antes - algo um tanto quanto inesperado quando se imagina o excesso de afazeres que a maternidade agrega à vida de uma mulher. Foi quase que um retorno àquele tipo de amizade-grude de adolescentes: voltamos a trocar angústias, segredos inconfessáveis e a sentir necessidade de compartilhar sentimentos, ideias e dicas diariamente.
26/08/2016 22:19 -03
Pais: Parem de educar seus filhos para serem campeões

Pais: Parem de educar seus filhos para serem campeões olímpicos

Estamos colocando nossos filhos no curso de inglês, no judô, na natação, no Kumon, no mandarim, na aula de música aos 2 anos de idade pra que ele seja bastante estimulado e consiga competir no mercado de trabalho. E pouco importa se já tem maturidade emocional para dar conta de uma agenda tão cheia. Assim vamos educando crianças que nunca tiveram a oportunidade de brincar. Desde que nascem, jogar é obrigação, é treino, é competição.
18/08/2016 22:36 -03
Caro recrutador, não me pergunte se tenho

Caro recrutador, não me pergunte se tenho filhos

Aconteceu comigo mais de uma vez. A entrevista de emprego corria muito bem, obrigada. Eu via nos olhos do recrutador um evidente encantamento com a minha pessoa, com meu currículo e a experiência profissional que eu descrevia quando, em um clima falsamente descontraído, surge a pergunta: "Você tem filhos? De que idade?".
04/08/2016 21:28 -03
Eu não sou o meu

Eu não sou o meu corpo

O corpo muitas vezes funciona como um obstáculo para a gente olhar para dentro, e de fato conhecer quem se é internamente, existir com todos os sentidos, se ouvir mais do que ouvir os outros. É por isso que quero cada vez mais fechar os olhos para enxergar. E olhar menos para o espelho.
28/06/2016 18:39 -03
12 de junho: Uma data nada

12 de junho: Uma data nada romântica

Perto disso tudo, ter esquecido a data em que nos casamos em algum destes 7 anos juntos, ou preferir não comemorar o "dia dos namorados" parece tão pequeno. Cada casal constrói sua dinâmica e determina que dia vai ser o dia dos namorados.
10/06/2016 13:04 -03
Ensinar os filhos a abraçar o

Ensinar os filhos a abraçar o diferente

Aceitando suas próprias diferenças e contradições internas, quem sabe meu filho não terá necessidade de denegrir o outro para se autoafirmar dentro de um grupo em nenhum momento de sua vida?
02/06/2016 17:40 -03
De que lado você

De que lado você está?

Se queremos um mundo melhor, mais pacífico, mais igualitário, mais justo, precisamos de ouvir e responder, esclarecer. E não gritar e reagir. A forma tem de estar coerente com a intenção: se justiça social é uma atitude de amor, que lutemos por ela de forma amorosa. Frases de efeito não esclarecem, apenas rotulam. Sejamos prolixos.
19/05/2016 16:45 -03
O que eu vou ser quando

O que eu vou ser quando envelhecer?

Então, antes de me permitir ter pena da vida que eu quase julguei "vazia de sentido" dessas senhoras, tento imaginar a preguiça que elas devem sentir só de olhar para mim correndo para me aprontar, tentando secar os cabelos ao mesmo tempo que contorço o pescoço segurando o celular com os ombros para dar algumas ligações urgentes, e saindo ofegante, acelerada, sem mal ter tempo de dizer "até logo", para não perder a hora de chegar no escritório.
12/04/2016 11:53 -03
Uma reflexão sobre mães (e filhos) à beira de um ataque de

Uma reflexão sobre mães (e filhos) à beira de um ataque de nervos

Quando eu paro para repensar as brigas que tenho com meu filho, me culpo por não ter conseguido usar técnicas tão simples que poderiam ter me ajudado a contornar as situações mais bestas que acabaram em estresse e chateação para ambos os lados porque resolvi bater de frente com ele. Então, depois de fazer toda esta reflexão que agora compartilho aqui, resolvi enumerar algumas e pregar na parede do meu armário para relembrar diariamente, antes mesmo de sair do quarto pela manhã. Devagar e sempre vamos tentando.
28/03/2016 16:19 -03
Os obstáculos do SEU casamento podem virar

Os obstáculos do SEU casamento podem virar trampolins

Tenho percebido que é quando nos vemos diante de lados obscuros (e não tão bem-vindos) do outro que chegamos mais perto do coração dele -- se estivermos abertos. E que, diante das surpresas desagradáveis, a melhor reação é a de penetrar no desconhecido. Inclusive no que é desconhecido em nós.
18/12/2015 17:40 -02
Detesto ser

Detesto ser patroa

Funcionárias domésticas sempre foram, para mim, as melhores fontes para relatar problemas com os serviços públicos e mazelas sociais de toda espécie, os quais - protegida dentro da minha redoma de vidro de classe média -, não tenho oportunidade de ver de perto e sentir na pele. Hoje, entretanto, é uma necessidade básica para o meu atual estilo de vida
10/08/2015 18:39 -03
Por que as crianças nos encantam

Por que as crianças nos encantam tanto?

É como se a gente pudesse rebobinar a fita e compreender como nossa própria estrutura foi construída, assistir de camarote como nosso padrão mental foi sendo moldado a cada nova experiência. É como revisitar a origem dos nossos medos e desejos. Compreendemos como tudo começa, como evolui e como vamos criando manias, neuroses, conflitos internos, paixões.
06/08/2015 15:06 -03
Hellooou, você não é um

Hellooou, você não é um super-herói

Apesar de considerados o "sexo forte", os homens morrem, em média, 7 anos mais cedo do que as mulheres. Isso porque bebem mais, usam mais drogas, correm mais riscos, se metem mais em briga, frequentam menos o médico.
27/07/2015 15:31 -03
Você quer ou queria

Você quer ou queria querer?

A gente sabe modelar nossa própria vida de acordo com os nossos desejos, o nosso perfil? Ou se conforma em repetir mais do mesmo, nivelando por baixo o padrão do produto que se encaixa sempre "mais ou menos" na nossa vida?
17/07/2015 15:57 -03
De quantas paixões o seu casamento vai

De quantas paixões o seu casamento vai escapar?

Estou casada há 6 anos. E há seis anos não me apaixono por outra pessoa a não ser o meu marido. Não sei se é por conta do casamento ou pura coincidência. Quem disse que, se estivesse solteira, teria me apaixonado por alguém? Paixões não acontecem assim, toda hora. Tampouco descarto a possibilidade de acontecer futuramente. Tolinha quem pensa que é imune.
10/07/2015 14:58 -03