OPINIÃO
16/10/2014 15:15 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

"A Terceira Medida do Sucesso" chega ao Brasil

O Brasil de 2014 é um país que enfrenta grandes desafios, ao mesmo tempo em que transborda oportunidades.

reprodução

Quando estava dando os últimos retoques em "A Terceira Medida do Sucesso", visitei o Brasil para o lançamento do Brasil Post, em parceria com o Grupo Abril. Era uma época que tinha tudo para ser muito estressante - um fluxo constante de prazos da editora e a pressão extra de seguir meus próprios conselhos de dormir o suficiente todas as noites -, mas me lembraram de que o Brasil é um país muito em sintonia com os temas sobre os quais estava escrevendo. Muita tinta e muitos pixels costumam ser dedicados à ascensão do país como um centro das duas primeiras métricas do sucesso, dinheiro e poder, mas o Brasil também tem enormes reservas quando se trata da outra medida, que inclui bem-estar, sabedoria, maravilhamento, compaixão e doação. E hoje, dez meses depois, "A Terceira Medida do Sucesso"está sendo lançado em português.

O Brasil de 2014 é um país que enfrenta grandes desafios, ao mesmo tempo em que transborda oportunidades. Em um contraste dramático com o que está acontecendo nos Estados Unidos, cerca de 40 milhões de brasileiros passaram da pobreza para a classe média na última década. É palpável a sensação de que as coisas estão melhorando. Nas palavras de Otávio Dias, editor-chefe do Brasil Post: "Em menos de 25 anos, o Brasil estabilizou a economia, reduziu a desigualdade e gerou milhões de empregos, criando uma nova classe média. Isso não é conquista de um único governo ou uma única presidência, mas sim consequência da democracia e de uma sociedade mais madura".

É claro que ainda existem muitos desafios pela frente, do alto desemprego à desigualdade e à corrupção, passando pela educação e pela qualidade da infra-estrutura.

Quando conheci Dilma Rousseff, a primeira mulher a presidir o Brasil, ela me disse que os investidores precisam olhar além do curto prazo, concentrando-se nas tendências e desenvolvimentos econômicos de longo prazo. Ela falou dos recursos naturais abundantes do país, que representam grandes oportunidades de desenvolvimento sustentável e de melhoria da qualidade de vida dos brasileiros: "Vamos transformar um recurso finito, o petróleo, em algo duradouro: uma população com acesso à educação". Nos problemas de infra-estrutura - estradas, ferrovias, portos e sistemas de saneamento -, ela enxerga uma oportunidade para investidores brasileiros e estrangeiros, na forma de parcerias público-privadas. Quando a questionei sobre o alto índice de desemprego entre os jovens (cerca de 20%), ela falou da necessidade de melhorar as oportunidades de educação. Mas mencionou também o progresso dos últimos dez anos, que levou 42 milhões de pessoas à classe média e aumentou a renda per capita em 78%.

E a Copa do Mundo, que o Brasil sediou este ano, não foi apenas uma celebração da tradição do país no esporte - foi a primeira Copa na América do Sul desde o Mundial de 1978, na Argentina. O evento trouxe para o primeiro plano os contrastes do país, seus desafios e sua promessa.

O Brasil está à frente da curva quando se fala em levar a sério o bem-estar. O país fica somente atrás dos Estados Unidos no ranking das maiores indústrias de fitness do mundo. Neste ano, a Fundação Getúlio Vargas anunciou o lançamento do Índice de Bem-Estar Brasil, uma iniciativa cujo objetivo é medir a felicidade dos brasileiros e ajudar as autoridades do país a desenvolver políticas que melhorem o bem-estar dos cidadãos. E os brasileiros têm muitas opções para desplugar e recarregar as baterias - incluindo a vida noturna e a tradição dos botecos; a paixão pelo futebol; a celebração do Carnaval e do réveillon; e a cultura de praia em muitas cidades costeiras.

Me senti completamente em casa no Brasil. É um país mais parecido com a Grécia do que com os Estados Unidos: o espírito das pessoas, a capacidade incrível de intimidade com estrangeiros, e o jeitinho brasileiro, um conceito que adoro (e que também é muito Outra Medida). A visita reforçou meu otimismo de que o Brasil possa ser um líder capaz de ajudar o mundo a progredir, avançando a conversa sobre a redefinição do que é sucesso para os indivíduos e para a sociedade.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos Tenha um trabalho, mas também viva! Veja Fotos