Opinião

Vida na escola não se restringe à sala de aula

A experiência histórica, social, cultural e política dos alunos não ocorre de forma pura, isolada, intocada ou distante dos conflitos entre as forças que se cruzam em todas as dimensões da sociedade.
Esta postagem foi publicada na plataforma, agora fechada, do Colaborador do HuffPost. Os colaboradores controlam seu próprio trabalho, que são postados livremente em nosso site. Se você precisa denunciar este artigo como abusivo, envie-nos um e-mail.

A experiência histórica, social, cultural e política dos alunos não ocorre de forma pura, isolada, intocada ou distante dos conflitos entre as forças que se cruzam em todas as dimensões da sociedade - incluindo a escola - e que muitas vezes buscam impor obstáculos a esse exercício.

Ignorar a existência desses conflitos, fingir que eles não existem no ambiente escolar ou proibir a reflexão sobre esses temas na sala de aula é um desrespeito à experiência histórica do estudante porque impede a sua reflexão sobre si mesmo.

Uma visão muito estreita, mas infelizmente ainda muito vigente na educação, imagina que o papel restrito da escola é a transmissão de informações nas aulas. Que aquele ambiente é um espaço neutro, que o aluno não tem vivências extracurriculares e que o único conteúdo que o estudante aprende é aquilo que está no material didático.

Paulo Freire firmou uma crítica importante às pedagogias tradicionais que não enxergam o caráter socializante da escola. Para ele, é um equívoco fechar os olhos para aquilo que há de informal nas vivências escolares. É um erro não perceber que, tanto nas relações entre alunos e professores, nos vínculos de amizade entre os colegas e também nas disputas entre os próprios alunos há processos significativos de formação e deformação.

Veja mais no vídeo:

(Este capítulo foi dividido em dois vídeos. A segunda parte começa automaticamente)

A série Pedagogia da Autonomia apresenta didaticamente cada um dos capítulos e subcapítulos do livro de Paulo Freire. Para acompanhar os vídeos, inscreva-se no canal do prof. André Azevedo da Fonseca no YouTube ou favorite este blog para receber as notificações.

Confira a lista completa dos vídeos sobre Paulo Freire.

Ideb: Como está a educação no seu Estado?