OPINIÃO
12/12/2014 18:42 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Os homens são péssimos quando ficam doentes

Os homens simplesmente não conseguem lidar com a dor. Eles suspiram e choramingam, resmungam e se lamentam, precisam de comoção, enquanto as esposas amamentam o bebê de pé, preparam o jantar e supervisionam a lição de casa, tudo isso com febre, uma perna quebrada e três braços quebrados.

Sam Diephuis via Getty Images

Meu corpo dói. Minha cabeça está zonza. Estou uma bagunça, de nariz entupido ou escorrendo.

Mas sou mãe, portanto não tenho tempo para isso. Tempo nenhum. As crianças têm de ser trazidas para casa, o almoço tem de ser feito, as atividades organizadas. Por isso, mesmo que eu quisesse desesperadamente me deitar, fechar os olhos e cochilar, estou me mexendo e sacudindo, embora as sacudidas possam ser dos calafrios.Meu marido se arrasta pela cozinha com um olhar de exaustão fixo no rosto.

"O que há?", pergunto, ocupada fazendo o que tem de ser feito.

"Não consigo respirar", diz ele. "Você pode me passar um lencinho?" Ele olha para mim suplicante, como um menino.

"Sim", digo, incomodada, e lhe entrego a caixa de lenços. Eu não posso ter um dia de licença? Não tenho o direito de ficar doente?

"Você gostaria de um biscoito agora?", pergunto com sarcasmo.

"Aceito um suco." Ele está fazendo um olhar de cachorrinho, mas naquele momento apenas acho que é um cachorro.

Tento respirar fundo para me acalmar, mas meu nariz está entupido, então apenas engulo um pouco de muco e sufoco, mas ninguém percebe. Se já não estivesse tão cansada, poderia ter alguma coisa realmente maligna para dizer. Em vez disso, apenas lhe dou um copo de suco, mas o faço com um sorriso de desprezo.

Por que é que quando ele tem um resfriado vira uma pneumonia?

Se ele está enjoado, bagunça o banheiro todo, fazendo sons desumanos reservados para animais agonizantes. Se está na chuva, vira uma nevasca em Minnesota. Por isso, embora haja alguma coisa definitivamente errada com meu marido, ele simplesmente é péssimo quando fica doente.

Talvez seja apenas eu, mas parece que se não estou me sentindo bem os sintomas dele magicamente pioram. Não acho que ele faça isso conscientemente, mas...

Eu: Não me sinto muito bem.

Marido: Nem eu.

Eu: Estou com dor de cabeça.

Marido: Eu também. E de garganta.

Eu: Que estranho...

Marido: Minhas costas também estão doloridas.

Eu: É mesmo?

Marido: Sim. Na verdade, estou todo dolorido. Acho que preciso me deitar. Você pode me fazer um pouco de sopa?

Aparentemente, as mulheres não têm permissão para adoecer. Nunca. E quero declarar que não é apenas meu marido. Estou preparada para atirar a grande maioria dos homens embaixo do ônibus, embora não Clint Eastwood nem meu avô. Portanto, há exceções, é claro.

Mas, segundo mulheres de todos os lugares, os homens simplesmente não conseguem lidar com a dor. Eles suspiram e choramingam, resmungam e se lamentam, precisam de comoção, enquanto as esposas amamentam o bebê de pé, preparam o jantar e supervisionam a lição de casa, tudo isso com febre, uma perna quebrada e três braços quebrados. Sim, três.

Isso me faz rever algumas expressões que uso aleatoriamente sem pensar, como "Encare isso como um homem", ou "Seja homem". Como essas coisas se tornaram parte do vernáculo? Eu acho que "Encare isso como uma mulher" é mais apropriado, e a partir de agora vou dizer aos meus filhos "Sejam mulheres", porque se há uma coisa que nós sabemos é sofrer.

Estou ficando um pouco cansada disso.

Advertência conjugal - Só para ser clara, e não porque ele vai ler isto: meu marido é muito másculo. Ele é o líder em tudo, mata aranhas, sobe em escadas, conserta coisas e adora comer batatas no sofá vendo esportes na TV. Na verdade, meu marido pode bater no seu... a menos que esteja doente, é claro.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.