OPINIÃO
15/09/2014 17:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

The book is not on the table

Desde a restauração da democracia, já houve várias transferências de poder pacíficas. Tudo isto é completamente aceito pela população, sem comentários.

NILTON CARDIN via Getty Images
[UNVERIFIED CONTENT] 3/10/2010 - eleições 2010 - jacareo/sp/vale do paraiba. a cidade amanheceu com as ruas cobertas de santinhos e propaganda eleitoral, em varias secçoes ja havia filas para a votação. photo nilton cardin

Eu não voto nas eleições brasileiras. Observo, escrevo, ouço. Mas não voto. Então, que direito tenho de fazer parte deste blogathon sobre as eleições? Porque acho que vocês, os brasileiros, estão subestimando uma grande conquista vossa nos últimos 30 anos: a de eleições livres.

Considere os fatos. O Brasil é enorme, gigante por sua própria natureza, como vocês gostam de cantar. Em termos geográficos, cabem 39 Reinos Unidos dentro do território do Brasil. Um voo do Rio para Manaus tem a mesma duração de um de Londres para Istambul. O eleitorado brasileiro vai atingir 143 milhões de pessoas nestas eleições, um dos maiores do mundo. Eles estão concentrados no sul e sudeste, mas presentes em todo o território, inclusive em suas regiões mais remotas. Lembro-me que o governador do Amazonas me explicou uma vez que levou mais tempo para chegar a alguns eleitores no estado dele do que viajar para Brasília.

Outro ponto que me chama a atenção é que ninguém questiona o desempenho das eleições. É dado que elas passarão sem grande comoção, sem fraudes, sem manobras questionáveis como vemos em outras pares do mundo. Isto é uma conquista ainda maior num país onde existem preocupações sobre corrupção. Os resultados serão declarados rapidamente, o que não é o caso do meu país - temos que passar a noite em claro para saber os resultados das eleições gerais no Reino. E eles serão aceitos. Ninguém teme uma golpe militar, menos que 30 anos depois da restauração da democracia.

Desde a restauração da democracia, já houve várias transferências de poder pacíficas. Tudo isto é completamente aceito pela população, sem comentários. O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral me disse que isto faz parte das normas brasileiras.

Eleições são só uma parte da democracia. Mas são uma parte essencial. Não voto no 5 de outubro. Mas vou admirar que quase 150 milhões vão, sem medo e com consequência. Parabéns.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos Quem são os candidatos à Presidência Veja Fotos