LGBT
24/12/2018 16:46 -02 | Atualizado 24/12/2018 16:48 -02

Noivos esperam convencer a Mattel a criar kit da Barbie de casamento gay

Matt Jacobi e Nick Caprio criaram um presente do tipo faça-você-mesmo para a sobrinha deles e pretendem ter uma reunião com a empresa que produz a Barbie.

ABC
História do casal envolvendo a marca Mattel foi revelada no programa

Dois homens do Arizona dizem que pretendem ter uma reunião com a Mattel, na esperança de convencer a fabricante de brinquedos responsável pela Barbie a incluir casais homossexuais em seus brinquedos.

Matt Jacobi e Nick Caprio, de Scottsdale, Arizona, disseram no programa Good Morning America que querem surpreender a sobrinha deles, Natalie, no seu aniversário de 8 anos com um presente que a deixe super animada com a ideia de ser daminha de honra no casamento deles, em 2019.

Os dois decidiram comprar um jogo de Barbie Casamento para Natalie. O jogo normalmente tem Barbie e Ken como os noivos, além de duas daminhas de honra e um bolo de casamento. Mas eles vão trocar a Barbie por um segundo Ken, para que o jogo se pareça com o casamento deles próprios.

"Temos uma família italiana maravilhosa e carinhosa", disse Jacobi. "Todo o mundo está feliz e emocionado com o nosso grande dia, especialmente minhas duas sobrinhas. Elas passaram este ano inteiro falando de nosso casamento. Foram criadas para entender. Elas só sabem que o amor é o amor!"

Os tios deram o jogo da Barbie para Natalie no dia 8 de dezembro. No mesmo dia, Jacobi fez uma foto do presente e o postou em seu Instagram como carta aberta à Mattel.

A imagem chamou a atenção de alguém na Mattel, e Jacobi diz que a empresa procurou a ele e Caprio, propondo uma reunião em Los Angeles para este mês ou o início de janeiro.

Ao HuffPost, um porta-voz da Mattel confirmou que a empresa esteve em contato com o casal.

Os noivos afirmam estão maravilhados com a reação.

"Minhas sobrinhas só sabem que tio Matt ama tio Nick e tio Nick ama tio Matt", disse Jacobi à revista Out. "As crianças são ensinadas a odiar, são ensinadas a ter sentimentos negativos em relação às pessoas que não se enquadram nas normas sociais. Está na hora de levarmos exemplos positivos para o mercado comercial. Brinquedos são ferramentas para o ensino."

A Mattel já fez vários gestos de inclusão com a Barbie nos últimos anos. Em 2016 a empresa introduziu na linha Barbie bonecas com mais curvas, mais altas e mais baixas.

E a Barbie, que em março de 2019 vai completar 60 anos, já chegou a assumir posição em relação ao casamento homossexual no passado. Em 2017, duas fotos postadas na página de Instagram oficial da boneca a mostraram usando uma camiseta estampada "Love Wins" (O amor sai ganhando) e posando ao lado de uma boneca criada na imagem da estilista Aimee Song, de Los Angeles.

Se um kit da Barbie Casamento Homossexual for criado no futuro, Caprio espera que os pais o enxerguem como mais um sinal de que a Mattel está se transformando para representar a vida moderna como ela é, em oposição a representar uma mensagem política.

"[O casamento gay] vai acabar surgindo na sua família de qualquer maneira", ele comentou. "Com mais casais homossexuais tendo filhos, seus filhos terão colegas de classe que têm pais gays e coisas assim, de modo que isso deixará de ser visto como algo muito chocante."