24/12/2018 00:00 -02 | Atualizado 24/12/2018 12:41 -02

Lena Souza Lima, a anfitriã que batalha para transformar festas em sonhos

Ela já precisou vender cachorro-quente para participar da própria formatura: “Por isso entendo que festas são sonhos. Um dia eu sonhei também."

Iana Porto/Especial para o HuffPost Brasil
Lena Souza Lima é a 292ª entrevistada do

Casamentos, festas de debutantes e formaturas. Dos temáticos aos clássicos. Os convites dos eventos mais sofisticados de Manaus (AM) estão expostos na prateleira do escritório de Lena Souza Lima, 55, como se fossem troféus. "O cliente pode folhear para pegar referências. Mas sempre vou sugerir algo novo". É por isso que a cada evento ela mostra ser possível realizar sonhos com amor e responsabilidade. Não é à toa que a assessora de eventos acumula 20 anos de carreira e tem agenda cheia o ano inteiro. "Em um ano já cheguei a organizar 80 eventos. Não abro mão de estar presente em todos eles. Esse é o meu diferencial", conta em entrevista ao HuffPost Brasil.

Você quer vencer na vida? Não espere por alguém. Vá à luta.

Iana Porto/Especial para o HuffPost Brasil
"Não abro mão de estar presente em todos eles. Esse é o meu diferencial."

Para entender como Lena chegou até aqui é preciso voltar no tempo. Ela nasceu em Manaus (AM), em uma família humilde e muito batalhadora. "Meus pais sempre priorizaram os estudos pagando escola particular para mim e meus quatro irmãos. Eles faziam o possível para nos encaminhar", lembra. Foi assim até ela conseguir passar em Direito na Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Ela finalizou o curso e, no momento de sua formatura, seu pai disse que não teria dinheiro para arcar com a festa. E Lena, já com a determinação que carrega consigo hoje, não desistiu do evento, considerado um sonho para ela. "Comecei a vender cachorro-quente para pagar a festa. Também fazia sanduíche natural e levava tudo em uma caixa de isopor no ônibus. Eu não tinha vergonha, eu tinha propósito", afirma.

Como toda mulher que é mãe, tive que conciliar.

Iana Porto/Especial para o HuffPost Brasil
Lena realiza cerca de 80 festas e eventos por ano.

Depois de vender o que podia nos corredores da universidade, ela enfim conseguiu arrecadar o suficiente para o vestido, brindes e até bolo. "Por isso que entendo como as pessoas sonham com as festas, porque eu sonhei também com elas". Pouco tempo depois de formada, Lena conseguiu aprovação em um concurso público para trabalhar como procuradora do estado na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) e se casou. "Ele é um partidão, solteirão daqueles cobiçado. Nunca tive intenção de casa com homem rico, mas aconteceu", conta, aos risos. Depois de um ano de casada, Lena engravidou do primeiro filho, mas não quis largar o emprego apesar da pressão da família. "Foi o que conquistei. Não abro mão. Como toda mulher que é mãe e tem que trabalhar, tive que conciliar."

Seu trabalho como produtora de eventos veio depois, de forma despretensiosa. Lena começou a organizar o aniversário do primogênito e das outras duas filhas que vieram depois de forma natural. Mas o ponto é que ela gostou tanto de fazer isso que as festas se transformavam em verdadeiros "acontecimentos" e ser convidado era motivo de alegria. "Em um dos aniversários da minha filha, que hoje tem 27 anos, com o tema da 'Pequena Sereia', o convite era um aquário com peixe de verdade. Foi um sucesso na época", lembra e citando também o aniversário do primeiro filho com o tema do "Peter Pan". "Mandei fazer um navio enorme com piratas e tudo. Eu passava um ano planejando. Era o máximo. Tinha prazer naquilo."

Tenho olhos de anfitriã, comecei organizando as minhas festas.

Iana Porto/Especial para o HuffPost Brasil
"Não me considero modelo de uma história de sucesso."

Mas foi diante de uma crise que Lena viu no talento de organização e produção de festas uma saída. Em 2001, seu marido, que trabalhava com venda de carros precisou decretar falência da empresa. "Como estava tudo no nome da empresa, tivemos todos os bens confiscados", conta. E assim como seus pais, Lena priorizou a educação dos filhos. Não tirou eles da escola. Ela conseguiu reorganizar as contas com o salário que recebia como procuradora e mudou completamente o padrão de vida que tinha à época. Mas ela fez mais do que isso. "Eu tinha que fazer algo assim como fiz na faculdade. Arregacei a manga e montei um buffet infantil. Eu mesma fazia tudo e servia", lembra.

Lena trabalhou com o buffet infantil por 5 anos até ter oportunidade de organizar o evento que daria o que caracteriza como o "start" em sua nova carreira. "Um amigo, dono de uma rede de supermercados, me chamou para organizar a festa de 40 anos dele. Eu disse não, mas ele insistiu. Fiz sem cobrar nada". E da primeira festa vieram outras. No primeiro ano, Lena fechou 3, no outro, 10. Até que chegou a produzir 80 festas em um único ano. "Aí parei de fazer o buffet infantil porque não dava mais conta", diz. Hoje, o número de festas continua alto e, inclusive, seu marido resolveu investir no negócio.

É assim que a gente constrói e muda o nosso destino.

Iana Porto/Especial para o HuffPost Brasil
Para Lena, organização nas festas -- e na vida -- é fundamental.

Com os eventos que apareceram, Lena e o marido conseguiram o retorno com lucro de todo o investimento. Com isso, 5 anos depois que Lena começou a trabalhar com organização de eventos, o marido abriu uma empresa de iluminação e virou referência na cidade no ramo. "A empresa dele é maior de iluminação com 15 anos". Hoje, Lena já se aposentou como procuradora do estado, mas não pensa em parar de trabalhar com eventos tão cedo. "Não me considero modelo de uma história de sucesso, mas me considero um exemplo de um sucesso de uma história. É assim que a gente constrói e muda o nosso destino."

Ficha Técnica #TodoDiaDelas

Texto: Samira Benoliel

Imagem: Iana Porto

Edição: Andréa Martinelli

Figurino: C&A

Realização: RYOT Studio Brasil e CUBOCC

O HuffPost Brasil lançou o projeto Todo Dia Delas para celebrar 365 mulheres durante o ano todo. Se você quiser compartilhar sua história com a gente, envie um e-mail para editor@huffpostbrasil.com com assunto "Todo Dia Delas" ou fale por inbox na nossa página no Facebook.

Todo Dia Delas: Uma parceria C&A, Oath Brasil, HuffPost Brasil, Elemidia e CUBOCC.