NOTÍCIAS
22/12/2018 16:21 -02 | Atualizado 22/12/2018 18:35 -02

Real Madrid goleia o Al Ain e é campeão mundial pela sétima vez

Modric, eleito melhor jogador da temporada, abriu caminho para vitória espanhola neste sábado (22).

Matthew Ashton - AMA via Getty Images
Modric comemora gol que abriu caminho para o 7º título mundial do Real Madrid.

O Real Madrid fez valer seu favoritismo e venceu o surpreendente Al Ain por 4 a 1 neste sábado (22), na decisão do Mundial de Clubes daFifa, conquistando o título pela 7ª vez em sua História (contando também os títulos da versão antiga do torneio, que era chamado de Intercontinental).

Depois de levar um susto no início do jogo e quase sair atrás no placar, o poderoso time espanhol impôs seu melhor futebol e acabou fazendo valer a enorme diferença técnica entre as equipes para construir o placar elástico.

O gol que abriu caminho para mais um título da equipe merengue foi justamente do jogador eleito melhor do mundo na temporada, tanto pela Fifa quanto pela France Football: Modric.

O croata, vice-campeão mundial na Copa da Rússia com a sua seleção, fechou a temporada com chave de ouro e calou os críticos que ainda contestam os prêmios individuais dados ao atleta por seu desempenho na temporada que se encerrou.

O segundo gol foi marcado por Llorente, no segundo tempo, aproveitando rebote da defesa e acertando um lindo chute da entrada da área.

Sergio Ramos, de cabeça, ampliou pouco depois, Shiotani, também de cabeça, fez o gol de honra do Al Ain.

Vinicius Júnior, brasileiro que havia acabado de entrar, fez linda jogada já nos acréscimos e bateu para trás. A bola desviou em Nader e deu números finais ao placar: 4 a 1 e Real Madrid dono do mundo pela 7ª vez.

O maior de todos

Andrew Boyers / Reuters
Sete títulos mundiais - contando o Intercontinental: Recorde absoluto dos merengues.

O Real Madrid segue isolado como a equipe que mais títulos mundiais tem no planeta. O time espanhol conquistou o mundo em 1960, 1998 e 2002 (Copa Intercontinental), 2014, 2016, 2017 e 2018 (atual versão do Mundial de Clubes da Fifa).

De quebra, os merengues se tornaram o primeiro time do mundo a conquistar a competição em três anos seguidos - quatro nos últimos cinco.

Os espanhóis ainda foram vice-campeões mundiais em duas oportunidades: Em 1966, quando foram derrotados pelo Peñarol, do Uruguai, e em 2000, ocasião em que perderam a taça para o Boca Juniors, da Argentina.