COMPORTAMENTO
19/12/2018 07:47 -02 | Atualizado 19/12/2018 08:04 -02

7 problemas de relacionamento que sempre aparecem durante as festas de fim de ano

Você e seu parceiro não são os únicos a bater cabeça nesta época.

Westend61 via Getty Images
Esses problemas de relacionamento podem causar estresse na época das festas de fim de ano.

As festas de fim de ano podem ser a época mais feliz para alguns, mas isso não é necessariamente verdade quando se trata de relacionamentos.

O estresse de viagens, contas, agendas apertadas e parentes difíceis podem cobrar seu preço, individualmente e também para o casal.

Pedimos que terapeutas especializados em relacionamentos falassem de problemas que costumam aparecer nesta época do ano e como lidar com eles. Eis o que eles nos disseram:

1. Mentir sobre seus gastos

"Entre presentes, passagens, festas, decoração, comida e outros itens, as despesas do fim do ano podem levar a desentendimentos sobre quanto gastar e com o que. Se um parceiro não for aberto sobre seus gastos e não houver um planejamento conjunto, pode haver problemas sérios.

Para evitar a sensação de infidelidade financeira , discuta um planejamento financeiro realista com antecedência. Decidam juntos quanto vocês podem gastar, faça um orçamento e sigam o que foi acordado. Repasse a lista de presentes e decida quais são os dez mais importantes, junto com o valor a ser gasto com cada pessoa. Faça um plano com presentes alternativos, como presentes feitos por você mesmo." – Sheri Meyers, terapeuta de casal

2. Decidir onde vocês vão passar as festas (sem deixar todo mundo descontente)

"Um problema que costuma acontecer na época de fim de ano é como decidir onde passar o Natal e o Ano Novo. Uma solução possível para esse dilema recorrente é fazer um revezamento entre as famílias. Se isso não funcionar, você pode juntar os dois lados na família na sua casa, mas isso pode dar um trabalhão, além de criar um outro tipo de estresse para o casal anfitrião." – Danny Gibson, terapeuta de casal e de famílias.

3. Beber demais

"Passar da conta é um problema nessa época do ano. Não só por causa do álcool, mas também por causa dos comportamentos que podem resultar do abuso. Mesmo que você e seu parceiro não tenham problemas de perder o controle, é bom fazer planos antes de ir para a ceia. Combinem quanto vocês pretendem beber e como vão voltar para casa." – Kurt Smith, terapeuta.

4. Tradições de Natal conflitantes

"Para sua família, o mais importante é a ceia do dia 24 e, para a do seu parceiro, o almoço do dia 25, por exemplo. OU então você adora um monte de presentes e ele ou ela acham que menos é mais. Temos de navegar diferenças todos os dias, sendo parte de um casal, mas mesmo sabendo disso os dilemas que surgem nessa época podem causar estresse. As tradições começam quando somos crianças e têm alto valor sentimental, então é de esperar que sejamos menos flexíveis nesse departamento.

Vocês podem tentar um consenso, ou então revezar os estilos de celebração a cada ano, mas lembre-se de que não existe jeito certo ou errado. Vocês podem até mesmo encontrar uma terceira via, que seja tão satisfatória e significativa quanto as tradições que te acompanham desde a infância." – Winifred M. Reilly, terapeuta de casal e de famílias.

5. Lidar com parentes difíceis

"Se o avô fica bêbado em toda festa ou sua sogra é incapaz de dizer alguma coisa gentil sobre seu primo que sempre chega duas horas atrasado, prepare-se, porque isso vai se repetir. Em vez de ficar irritado, tente reagir de forma diferente a essas dinâmicas familiares. Respire fundo e tente ser um anfitrião respeitoso, adulto e equilibrado.

Tenha um plano B combinado com seu parceiro, para que vocês trabalhem em equipe. Um sinal secreto ou então uma palavra-chave pode ser a deixa para que o outro venha dar ajuda. Depois, é só relaxar e curtir. Concentre-se em manter a calma, isso é o mais importante." – Meyers.

6. Filosofias diferentes em relação aos presentes

"Uma pessoa do relacionamento pode demonstrar afeto procurando o presente perfeito, a despeito do valor, enquanto a outra seja mais prática e não veja problema em comprar uma lembrança simples. Também há quem acredite que o valor do presente tem relação direta com o afeto sentido pela pessoa. Se vocês não conversarem sobre isso, podem surgir ressentimentos.

Para evitar esse problema, é melhor conversar e decidir uma estratégia – e um valor – para gastar com presentes de Natal. Isso pode significar uma olhada nas contas da casa e eventuais despesas previstas para o futuro." -- Gibson

7. Falta de tempo por causa da correria

"A vida já é corrida, e comprar presentes, pensar na decoração, nas festas de fim de ano e todos os outros causadores de estresse dessa época do ano pode te deixar emocionalmente exausto.

Como evitar essa desconexão emocional e manter o relacionamento intacto nessa época do ano. Uma dose diária dos três As – atenção, afeto e apreciação – é essencial para manter o relacionamento vivo e em bom funcionamento. E isso não exige muita energia nem tampouco muito tempo. O importante é decidir se você quer concentrar sua atenção no amor ou no estresse. Quando você se concentra no amor e na gratidão, tudo fica melhor. Conexões amorosas e parcerias crescem num clima de aceitação, reconhecimento e gratidão. Dê abraços e beijos, diga 'eu te amo' e 'obrigado', sejam por coisas pequenas ou muito importantes que vocês fazem um pelo outro." – Meyers

Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.