POLÍTICA
07/12/2018 21:26 -02 | Atualizado 07/12/2018 21:39 -02

Michel Temer anuncia intervenção federal em Roraima

Paralisação de agentes agravou situação da segurança no estado, em crise por conta da migração de venezuelanos.

Michel Temer anuncia intervenção federal integral em Roraima até 31 de dezembro.
EVARISTO SA/AFP/Getty Images
Michel Temer anuncia intervenção federal integral em Roraima até 31 de dezembro.

O presidente Michel Temer anunciou nesta sexta-feira (7) intervenção federal em Roraima até o dia 31 de dezembro, por conta da crise migratória com a entrada de cidadãos venezuelanos, agravada com a paralisação de agentes de segurança.

Após meses de salários atrasados, agentes penitenciários deixaram de trabalhar e policiais civis deflagraram uma paralisação. Proibidos de fazer greve, policiais militares receberam o apoio de suas mulheres, que bloquearam as entradas e saídas de batalhões como protesto.

Diante do agravamento da crise, a intervenção foi negociada por Temer com a governadora de Roraima, Suely Campos (PP).

"Falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar esta questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse, naturalmente, do novo governador, ou seja, até 31 de dezembro", disse Temer.

Temer afirmou que, na conversa, a governadora disse que a situação "está se complicando".

"Ela acha que de fato a situação está se complicando e que a melhor solução seria essa", disse o presidente.

O Conselho da Defesa Nacional e o Conselho da República, que precisam aprovar a intervenção, serão convocados neste sábado (8). O decreto de intervenção, diz Temer, será publicado em seguida.

*Com informações da Agência Brasil