NOTÍCIAS
01/12/2018 08:51 -02 | Atualizado 01/12/2018 17:48 -02

5 erros que você não pode cometer ao dirigir carros automáticos

Dicas são preciosas para aumentar a vida útil de componentes eletrônicos, especialmente do câmbio.

Câmbio automático merece cuidados especiais do condutor.
Divulgação
Câmbio automático merece cuidados especiais do condutor.

O perfil do consumidor brasileiro apaixonado por carros está mudando. Antes adepto dos modelos mais populares e simples, o cliente, agora, mira no luxo e no conforto ao dirigir. E isso abrange algo que, há até bom pouco tempo, era considerado um item dispensável: o câmbio automático.

O pesado trânsito que assola as principais cidades do País é fator preponderante para essa alteração no perfil dos compradores de automóveis, e fez até mesmo modelos antes considerados básicos – como os Volkswagen Gol e Voyage -, entrarem na onda dos carros com opção de câmbio automático.

Se você também já experimentou – e gostou – da sensação de dirigir sem ter que ficar pisando na embreagem a cada 5 segundos, atenção: há uma série de cuidados que é preciso tomar para não estragar a transmissão automática do seu carro.

Confira a seguir quais são os 5 principais erros que os motoristas de carros automáticos cometem, mas precisam evitar para usufruir ao máximo de um conforto cada vez mais presente no cotidiano dos motoristas brasileiros.

Não engate o neutro quando parar em semáforos

Divulgação
Desengatar o carro automático ao parar nos semáforos é um erro dos mais comuns.

É melhor manter o carro no modo drive enquanto estiver no semáforo, pois, além de ser prático para uma eventual manobra de emergência, evita que o desgaste desnecessário do câmbio se acentue. Não trocar para a posição "N" também ajuda a economizar combustível, ao contrário do que você poderia imaginar.

Nunca desengatar o "D" ou o "R" com o carro em movimento

Trocar a marcha no câmbio automático do "D" (drive) dou do "R" (ré) para o "N" (neutro) ou para o "P" (park) antes de o carro estar totalmente parado pode custar caro. Muito caro.

Ao fazer isso, a transmissão é usada para parar o carro, e não os freios. Isso certamente causará danos irreversíveis ao câmbio com o passar do tempo.

Se o modelo do seu carro é novo, certamente não será possível passar o câmbio para a posição "P" enquanto estiver em movimento, pois há um sensor que impede tal ação, justamente para preservar a transmissão e evitar quebras.

Evite a 'banguela' nas descidas

Reprodução/YouTube
Descer ladeiras na 'banguela' é um crime em carros automáticos.

Colocar o carro na posição "neutro" em descidas de ladeiras é um dos erros mais comuns em quem passou boa parte da vida dirigindo veículos mecânicos e trocou para os automáticos. E também um dos mais graves.

Descer com o carro na posição neutra, a famosa "banguela", o motor do carro fica com rotação mínima, e a bomba de óleo trabalha muito mais devagar. Por isso, o motor não esfria tanto quanto deveria e pode falhar devido à fricção e o calor. Essa medida (banguela) também não ajudará o condutor a economizar combustível, pois os carros automáticos já são programados para gastar menos mesmo quando estão na posição "D".

Não acelere o carro com ele na posição neutra

Acelerar o carro no neutro e depois engatar o drive não o fará arrancar mais rápido na saída dos semáforos. Isso certamente fará com que o desgaste das cintas da embreagem seja muito mais veloz. Além disso, a transmissão também vai escorregar mesmo quando estiver engatada. Abrí-la para trocar as peças é um serviço que vai lhe custar milhares de reais.

Não deixe o tanque com pouca gasolina

Divulgação
Deixar o carro com pouco combustível pode prejudicar a transmissão automática.

Essa dica serve também para quem tem carro mecânico, mas é direcionada principalmente para os donos de veículos automáticos. Para funcionar do jeito certo, os carros precisam ter uma pressão de fluído apropriada. Além disso, o combustível mantém diferentes partes do carro lubrificadas, e ajudam o motor também. Se o tanque está o tempo todo na reserva, tais partes se desgastarão muito mais rápido do que o normal.