ENTRETENIMENTO
16/11/2018 11:39 -02 | Atualizado 16/11/2018 13:08 -02

Dumbo: Versão live-action de clássico da Disney ganha data de estreia e trailer

Filme dirigido por Tim Burton tem Colin Farrell e Eva Green no elenco e estreia no Brasil em março de 2019.

Nova versão de clássico da Disney estreia no Brasil em 28 de março.
Divulgação
Nova versão de clássico da Disney estreia no Brasil em 28 de março.

Na esteira de sucessos de versões live-action de clássicos como Mogli: O Menino Lobo (2016) e A Bela e a Fera (2017), a Disney acaba de anunciar a data de estreia e lançar um novo trailer de seu próximo título a ganhar esse formato: Dumbo.

Dirigido pelo celebrado diretor Tim Burton (Os Fantasmas se Divertem, Batman e Alice no País das Maravilhas), o filme, que estreia no Brasil no dia 28 de março de 2019, traz em seu elenco Eva Green, Colin Farrell, Michael Keaton e Danny DeVito.

Em junho passado, o filme ganhou o primeiro trailer. Logo abaixo, você assiste à nova prévia - que promete fortes emoções para os fãs do elefantinho de orelhas gigantes.

Na trama, o dono de um circo que passa por dificuldades financeiras, Max Medici (Danny DeVito), chama Holt Farrier (Colin Farrell) e seus filhos Milly (Nico Parker) e Joe (Finley Hobbins) para cuidar de um elefante recém-nascido cujas orelhas enormes fazem dele motivo de piada.

Quando eles descobrem que Dumbo pode voar, o circo dá a volta por cima. Mas isso acaba atraindo a atenção do poderoso empresário circense V.A. Vandevere (Michael Keaton), que recruta o pequeno elefante para seu mais novo e gigantesco empreendimento de entretenimento: Dreamland. Dumbo acaba virando uma estrela ao lado da incrível trapezista Colette Marchant (Eva Green), até que Holt descobre que sob todo aquele glamour, Dreamland esconde vários segredos obscuros.

Baseado em uma história infantil escrita por Helen Aberson e ilustrada por Harold Pearl, o Dumbo original, de 1941, é o 4.º longa-metragem de animação da Disney. O filme acabou salvando os estúdios da falência depois de dois grandes fracassos de bilheteria: Pinóquio e Fantasia, ambos de 1940.