ENTRETENIMENTO
04/11/2018 17:47 -02 | Atualizado 04/11/2018 17:52 -02

Demi Lovato é clicada após 3 meses de reabilitação e fãs comemoram: 'Bem-vinda de volta'

#WelcomeBackDemiLovato é um dos assuntos mais comentados no Twitter neste domingo (4).

Em agosto passado, cantora publicou carta aberta em que afirmava: 'Eu vou continuar lutando'.
Voici.fr
Em agosto passado, cantora publicou carta aberta em que afirmava: 'Eu vou continuar lutando'.

Demi Lovato foi clicada pela primeira vez depois de sofrer uma overdose e ficar três meses internada em uma clínica de reabilitação.

Publicada pelo site TMZ neste domingo (4), a imagem mostra a cantora em um carro acompanhada de um rapaz, cujo nome não foi revelado.

De acordo com o site de celebridades, a dupla havia acabado de sair de um restaurante de culinária japonesa em Beverly Hills, Los Angeles.

Antes de se retirarem do local, a popstar de 26 anos parecia "feliz, sorrindo e rindo durante o jantar", diz o site.

No Twitter, uma hashtag #WelcomeBackDemiLovato (Bem-vinda de volta, Demi Lovato) se tornou um dos assuntos mais comentados no Brasil e no mundo.

Centenas de fãs comemoraram a aparência saudável apresentada pela artista. Veja alguns reações logo abaixo:

O site TMz foi o primeiro a noticiar o caso de Demi.

Em 24 de julho, ela foi encontrada desacordada em uma festa em sua casa e internada posteriormente em um hospital após sofrer uma overdose. Dias depois, ele deu entrada em uma clínica de reabilitação.

Segundo o site, a overdose da artista pode ter sido causada por um opioide analgésico semelhante a morfina, o mesmo que causou a morte do cantor Prince.

Esta é a terceira que Demi Lovato passa por reabilitação. Além do vício, a cantora também sofre de um quadro de depressão e disfunção alimentar.

No último dia 5 agosto, a cantora se pronunciou pela primeira desde sua internação. Em uma carta aberta, ela expôs mais uma vez sua luta contra a dependência química, agradeceu o apoio dos fãs, familiares e equipe médica nessa situação de recaída. E afirmou: "Eu vou continuar lutando".