NOTÍCIAS
02/11/2018 19:01 -03 | Atualizado 02/11/2018 19:10 -03

As imagens da celebração do Dia dos Mortos no México

Se no Brasil o feriado de Finados é marcado por silêncio, reflexão e orações, o Dia dos Mortos é sinônimo de festa para a população mexicana, com muita comida e maquiagens temáticas.

Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
Mulheres vestidas de Catrinas, fantasia popular que representa o esqueleto de uma dama da alta sociedade.

O México está em festa nos últimas dias. Entre 31 de outubro e 2 de novembro, o país comemora a melinar tradição do Dia de Los Muertos (Dia dos Mortos), celebrado desde os tempos dos povos nativos mesoamericanos – maias, astecas, purépechas e totonacas.

RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Decoração do Dia dos Mortos na praça Zocalom na Cidade do México.

A data no país latino-americano não tem relação com o Haloween americano e muito menos com o Dia de Finados no Brasil. Trata-se apenas de coincidência de calendário, cuja comemoração é completamente distinta – e muito mais animada.

Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
Flores na cabeça e pinturas corporais fazem parte da tradição do Dia dos Mortos.

Se no Brasil, o feriado católico de Finados é marcado por silêncio, reflexão e orações, o do Dia dos Mortos mexicano é sinônimo de reunião de familiares e amigos em clima de festa, com muita comida, músicas, desfiles e maquiagens temáticas que simulam caveiras.

Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
O clima do Dia dos Mortos está mais para o Carnaval brasileiro do que para o Dia de Finados no País.

Considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o ritual celebra com alegria e carinho as almas dos mortos que voltam para visitar seus parentes. Além dos festejos em lugares públicos, os mexicanos também fazem vigílias e levam oferendas e decorações para os túmulos.

RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Caveiras são vistas por toda a parte durante o feriado nacional do Dia dos Mortos.

Para os mexicanos, também faz parte da tradição a concepção de altares em suas casas para homenagear entes queridos que já se foram. Esse costume milenar está baseado na cosmovisão asteca, que enxerga vida e morte não como coisas excludentes e sim complementares. Nessa cultura, a morte é entendida como fim de um ciclo e começo de outro.

Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
Há séculos, celebração do Dia dos Mortos toma as ruas e os lares mexicanos.

A seguir, você acompanha mais imagens das comemorações realizadas nesta quinta (1º) na Cidade do México, capital do país com mais de 129 milhões de habitantes.

Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images
RODRIGO ARANGUA via Getty Images
Pedro Martin Gonzalez Castillo via Getty Images