ENTRETENIMENTO
03/11/2018 15:56 -03 | Atualizado 03/11/2018 15:57 -03

Museu da Imagem e do Som de SP recebe exposição de quadrinhos em novembro

Mostra inédita traz centenas de HQs do mundo, revistas, artes originais e itens raros de diversos gêneros da 9ª arte.

O quadrinista brasileiro Mauricio de Sousa ganha uma sala interativa exclusiva na exposição.
Divulgação
O quadrinista brasileiro Mauricio de Sousa ganha uma sala interativa exclusiva na exposição.

A partir do dia 14 de novembro começa no MIS (Museu da Imagem e do Som) de São Paulo a exposição Quadrinhos, uma ampla retrospectiva do universo das HQs contada por meio de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros da 9ª arte: em super-heróis, infantis, terror, aventura, romance, mangá, faroeste, erótico, entre outros. Ambientes temáticos e imersivos ocupam os 2 andares do museu, apresentando também a influência das HQs na cultura pop e em outras mídias como cinema, rádio e TV.

"A origem da arte sequencial remonta à primeira forma de comunicação do ser humano, que desenhava nas paredes das cavernas para registrar e ajudá-lo a entender o mundo à sua volta. Na exposição apresentamos um amplo panorama dos personagens, criadores e expressões dos quadrinhos no mundo todo de uma perspectiva brasileira, contada por centenas de itens, a grande maioria deles jamais expostos no país", destaca Ivan Freitas da Costa, curador da mostra e um dos fundadores da CCXP (ComicCon Experience).

Divulgação
O Tenente Blueberry foi criado e consagrou-se com texto de Jean-Michel Charlier e desenho de Jean Giraud (Moebius).

Entre os itens expostos, raridades como a revista com a primeira aparição da Luluzinha, publicada na The Saturday Evening Postem (1935); a edição número 1 de "O Pato Donald"(1950); uma ilustração original de Tintim, de As Aventuras de Tintim, uma das histórias mais conhecidas do belga Hergé; uma arte original da personagem de quadrinhos eróticos Valentina, do italiano Guido Crepax; um exemplar da revista Giant-Size X-Men 1 (1975); uma ilustração original de The Spirit, que traz o personagem mais conhecido de Will Eisner; e uma edição do jornal O Mosquito (1873) com capa de Angelo Agostini, desenhista ítalo-brasileiro que teve intensa atividade em favor da abolição da escravatura no Brasil.

Agostini também colaborou com As Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte, considerada a primeira história em quadrinhos brasileira e uma das mais antigas do mundo.

Ambientes temáticos e experiência imersiva

Marca registrada das mostras do MIS, a expografia imersiva estará presente. Nela, o público pode mergulhar no universo das HQs em ambientes temáticos e lúdicos divididos em 14 áreas: Pré-história, Tiras, Europa, Mangás, Erótico, Mauricio de Sousa, Brasil, Estúdio Ziraldo, Los 3 amigos, América Latina, EUA, Disney, Marvel e DC.

Divulgação
Página 3 da "Amazing Spider-Man 11", com desenho de Olivier Coipel e arte-final de Wade Von Grawbadger.

Programação paralela

Entre novembro e março de 2019, o MIS realiza uma extensa programação paralela com atividades para adultos e crianças, incluindo cursos, oficinas, exibição de filmes e bate-papo com artistas. Nos primeiros meses estão confirmadas a Virada Nerd (24 e 25/11), que terá32 horas de programação voltadas à temática geek; o CinematographoEspecial com o filme Sin City (25/11); o lançamento do quadrinho O Judoka (29/11); e o evento Além da Telinha – Especial Superman 80 anos (15/12).

Os ingressos antecipados para o primeiro mês da exposição podem ser adquiridos no site e aplicativo da Ingresso Rápido. A exposição funciona em todos os dias dos feriados da Proclamação da República (15/11) e Consciência Negra (20/11).

Serviço

Data: 14 de novembro de 2018 a 31 de março de 2019

Horário: Terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até às 22h); domingos e feriados, das 9h às 18h (com permanência até às 20h);

Local: Museu da Imagem e do Som (Av. Europa, 158, Jardim Europa - São Paulo)

Valor: R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (inteira)

Ingressos: Ingresso Rápido