POLÍTICA
28/10/2018 19:38 -03 | Atualizado 28/10/2018 21:02 -03

João Doria (PSDB) é eleito governador de São Paulo após disputa acirrada

Tucano derrotou o atual governador do estado, Márcio França (PSB).

João Doria colou sua imagem à de Jair Bolsonaro e venceu com forte discurso antipetista.

Após uma disputa que se tornou extremamente acirrada na reta final, o candidato João Doria (PSDB) foi eleito governador de São Paulo neste domingo (28), derrotando Márcio França (PSB), que tentava a reeleição.

Segundo pesquisas de intenção de voto Datafolha e Ibope publicadas no último sábado, os dois candidatos estavam tecnicamente empatados na véspera da eleição.

Com 98% das urnas apuradas neste domingo (28), Doria tinha 51% dos votos, contra 48% de França.

Eleito prefeito de São Paulo em 2016, o tucano prometeu cumprir seu mandato até o fim, mas abandonou a prefeitura para disputar o governo do estado.

HuffPost Brasil

Doria venceu com um forte discurso antipetista e acusou seu adversário de "esquerdista" durante toda a campanha. Ele também colou sua imagem a Jair Bolsonaro (PSL) e pregou o que chamou de voto "Bolsodoria", embora o capitão reformado não o tenha apoiado oficialmente.

Com o fracasso do PSDB no âmbito nacional, a vitória do tucano em São Paulo - maior colégio eleitoral do País - dá certo fôlego ao partido, mas lideranças históricas da legenda como Fernando Henrique Cardoso e José Serra se distanciaram de Doria.

Geraldo Alckmin (PSDB) foi o fiador da ascensão de Doria dentro do partido e apoiou a candidatura do empresário para a prefeitura da capital.

Eleito no primeiro turno em disputa contra o então prefeito Fernando Haddad (PT), Doria rapidamente passou a cogitar a possibilidade de disputar a Presidência, movimento que foi interpretado como traição por parte dos tucanos. Alckmin, porém, venceu a disputa de forças na legenda e se lançou candidato do PSDB ao Planalto, deixando para Doria a corrida pelo governo do estado.

Nem bem tinha passado para o segundo turno, contudo, Doria declarou apoio a Bolsonaro e já flertava com seus eleitores em São Paulo antes disso. Em reunião da legenda logo após o primeiro turno, Alckmin sugeriu que Doria é "traidor".

Eleito governador, a expectativa é que Doria inicie agora um movimento para ocupar a presidência do PSDB, hoje nas mãos Alckmin.