NOTÍCIAS
28/10/2018 13:09 -03 | Atualizado 28/10/2018 13:15 -03

Entre flores e provocações, Haddad vota em SP e se diz 'esperançoso' com resultado das urnas

"Sinto nas ruas do Brasil inteiro muita militância. Cidadãos e cidadãs comuns indo às ruas defender o Brasil e a democracia."

Amanda Perobelli / Reuters
Haddad votou na zona sul de São ao lado da esposa, Ana Estela Haddad.

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, votou na manhã deste domingo em uma escola em Indianápolis, bairro da zona sul de São Paulo. Acompanhado da esposa, o Ana Estela Haddad, o petista disse estar otimista com o resultado do segundo turno.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o petista chegou ao local da votação cercado por apoiadores que carregavam flores e guarda-chuvas coloridos e gritavam palavras de ordem. Nos prédios vizinhos, opositores também bateram panela em oposição ao candidato.

Na saída do colégio, Haddad falou com jornalistas e se disse "esperançoso" com o resultado das urnas neste domingo.

"Sinto nas ruas do Brasil inteiro muita militância. Cidadãos e cidadãs comuns indo às ruas defender o Brasil e a democracia. Nós estamos com uma forte tendência de alta nas pesquisas do último dia. Eu estou muito esperançoso de que nós vamos ter um grande resultado hoje à noite", afirmou Haddad.

O petista também negou que esteja decepcionado com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e com o pedetista Ciro Gomes, terceiro lugar na disputa do primeiro turno, de quem buscava apoio explícito no segundo turno.

Neste sábado (27), Ciro publicou um vídeo em que não deu seu apoio direto ao petista.

"Não há nenhuma decepção. Eu festejo os apoios que foram declarados. Muita gente que poderia estar recolhida se manifestou nos últimos dias. Apoios significativos. Eu não quero mencionar um a um. Eu estou muito feliz com isso. Mas não só com o apoio das personalidades. Estou feliz com o apoio do cidadão comum, da cidadã, que foi à rua defender o Brasil", afirmou.

Última pesquisa do Datafolha

A última pesquisa Datafolha realizada antes do segundo turno da eleição aponta que Fernando Haddad (PT) segue atrás de Jair Bolsonaro (PSL), que deve ser o próximo presidente do Brasil.

Divulgada na noite deste sábado (27), a sondagem mostra que Bolsonaro tem 55% dos votos válidos contra 45% de Haddad.

Apesar de a distância entre os candidatos ter diminuído, a diferença do capitão reformado para o ex-prefeito de São Paulo é de 10 pontos — o que o coloca em vantagem para este domingo (28).