POLÍTICA
27/10/2018 19:44 -03 | Atualizado 27/10/2018 20:28 -03

Ibope e Datafolha mostram empate técnico entre França e Doria em SP

Governador aparece pela primeira vez numericamente à frente de Doria no Datafolha.

Yahoo Notícias
Datafolha: França na frente com 51%; João Doria com 49%

As duas últimas pesquisas Ibope e Datafolha para a disputa ao governo de São Paulo, divulgadas neste sábado, na véspera do segundo turno, mostram um empate técnico entre Márcio França (PSB), candidato à reeleição, e João Doria (PSDB).

Enquanto no Ibope eles aparecem com 50% dos votos válidos cada, no Datafolha, França está numericamente à frente de Doria, com 51% contra 49%, uma diferença dentro da margem de erro, de dois pontos para mais ou para menos.

O cenário, no entanto, é animador para França, que subiu três pontos percentuais nas duas pesquisas, e aparece pela primeira vez no Datafolha com mais intenções de voto que Doria.

Quando são considerados os votos nulos e brancos (9%) e os indecisos (7%) no Datafolha, França e Doria também aparecem tecnicamente empatados, com 43% e 42%, respectivamente. O mesmo ocorre no Ibope, que registra 43% para o atual governador e 42% para o tucano. A diferença está nos votos brancos e nulos, que somam 10% nesta pesquisa, e os indecisos, 5%.

Na pesquisa Datafolha divulgada na última quinta (25), Doria tinha 52% das intenções entre os votos válidos, e França, 48%. No último Ibope, de terça (23), 53% dos votos válidos iam para o ex-prefeito de São Paulo e 47% para o governador.

As duas sondagens foram feitas entre sexta-feira (26) e sábado (27) — o Datafolha com 5.093 pessoas em 73 municípios e o Ibope com 2.002 entrevistados.

O Ibope mediu ainda a rejeição dos dois candidatos. Doria tem a maior: 36%, contra 25% de França. Os índices sofreram variações dentro da margem de erro com relação à última pesquisa. No caso do tucano, foi para cima, e de França, para baixo.

A rejeição de Doria na capital, no entanto, é bem maior: 52% dizem que não votariam no candidato do PSDB de jeito nenhum, contra 22% de França. Na cidade de São Paulo o ex-prefeito também perde nas intenções de voto - 63% contra 37% dos votos válidos.

Disputas no Rio de Janeiro, em Minas e no DF

A pesquisa Datafolha publicada neste sábado também traz a menor diferença já registrada pelo instituto na disputa pelo governo do Rio de Janeiro.

O ex-juiz Wilson Witzel (PSC) ainda aparece à frente, com 53% dos votos válidos, contra 47% do ex-prefeito Eduardo Paes (DEM). Na semana passada, a diferença entre os dois chegava a 22 pontos percentuais — hoje é de 6.

Na pesquisa Ibope deste sábado, a margem de Witzel nos votos válidos é levemente maior: 54% contra 46% de Paes.

Nos casos do Distrito Federal e de Minas Gerais, os cenários parecem definidos, segundo as pesquisas deste sábado dos dois institutos.

No DF, Ibaneis Rocha (MDB) teve uma queda, segundo o Datafolha, mas ainda está 40 pontos à frente do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 70% contra 30% dos votos válidos. Pelo Ibope, a diferença segue ainda mais alta: 75% contra 25%.

Em Minas Gerais, as variações foram todas dentro da margem de erro. No Datafolha, o empresário Romeu Zema (Novo) aparece hoje com 70% dos votos válidos e o senador e ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), com 30%. Pelo Ibope, a diferença é de 68% do candidato do Novo contra 32% do tucano.