NOTÍCIAS
27/10/2018 16:31 -03 | Atualizado 27/10/2018 16:41 -03

Em live, Ciro evita tomar posição e se coloca como referência contra ‘dias terríveis’

"Nada de medo. Não será com medo que vamos enfrentar o que quer que venha por aí."

Reprodução/Facebook/Ciro Gomes
Transmissão ao vivo foi feita na tarde deste sábado (27), véspera do segundo turno.

Ciro Gomes(PDT) fez uma transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook na tarde deste sábado (27) no qual não se posicionou oficialmente para o segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fenando Haddad (PT).

Terceiro colocado no primeiro turno, Ciro falou sobre a necessidade de que os brasileiros votem neste domingo pela "democracia, contra a intolerância e pelo pluralismo". "Mas também ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias", ponderou.

"Claro que todo mundo preferia que eu, com meu estilo, tomasse um lado e participasse da campanha. Mas eu não quero fazer isso por uma razão muito prática que eu não quero dizer agora porque se eu não posso ajudar, atrapalhar é o que não quero", afirmou o pedetista.

Recém-chegado de uma viagem à Paris, Ciro também convocou a população para que, após o segundo turno, "construa um grande movimento, que de um lado proteja a democracia brasileira, de outro lado proteja a nossa sociedade mais pobre dos avanços contra os direitos, que se protejam os interesses nacionais contra a entrega e a cobiça estrangeira", declarou.

"Estou cumprindo a obrigação que a minha consciência me aponta: a necessidade de preservar o caminho para que a população brasileira, amanhã, possa ter uma referência para enfrentar os dias terríveis, imagino, estão se aproximando. Nada de medo. Não será com medo que vamos enfrentar o que quer que venha por aí", concluiu.

Veja abaixo a integra da transmissão feita por Ciro Gomes: