POLÍTICA
17/10/2018 07:28 -03 | Atualizado 17/10/2018 07:28 -03

'Fica Temer' no Ibope: Popularidade de Michel Temer sobe ante Bolsonaro X Haddad

"Me perdoa por todos os 'primeiramente fora temer'."

 Desde 7 de outubro, estão sendo registradas ondas de apoio dos brasileiros ao presidente.
Adriano Machado / Reuters
Desde 7 de outubro, estão sendo registradas ondas de apoio dos brasileiros ao presidente.

O presidente Michel Temer caminha para perder o título de mandatário mais impopular desde a redemocratização. Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) mostra melhora — mesmo que tímida — em todos os índices de avaliação da administração do emedebista.

Comparado à sondagem anterior, feita nos dois dias anteriores ao primeiro turno (5 e 6), o percentual dos que consideram a administração ruim ou péssima caiu de 79% para 74%. Já os que consideram regular, boa ou ótima saltaram de 19% para 24%.

O melhor desempenho do candidato foi entre as mulheres — parcela que mais o rejeitava. Na semana que antecedeu o primeiro turno, a avaliação neutra ou positiva delas em relação a Temer era de 17%; agora subiu para 22%. Entre os homens, o avanço foi de 4 pontos percentuais. A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais e nível de confiança de 95%.

#FicaTemer

A pesquisa reflete os movimentos dos últimos dias. Desde 7 de outubro, estão sendo registradas ondas de apoio dos brasileiros ao presidente.

Nesta terça-feira (16), o próprio Temer fez piada sobre sua popularidade: "[A aprovação da reforma trabalhista] se deu sem traumas, depois de 4 ou 5 meses inaugurais. Nós não tivemos problemas no País, não tinha movimento de rua, claro que em algum lugar qualquer tem 5, 6, 10 ou 40 que se reúnem e dizem 'Fora, Temer' etc. Mas, isso faz parte da democracia, ouço aquilo e digo 'que coisa boa', tem gente se manifestando, é verdade. Mas, se bem que agora tem o 'Fica, Temer' que está correndo pela rede, não é?"

No dia do primeiro turno da eleição, a hashtag Fica Temer foi uma das comentadas no Twitter. A afirmação "nunca critiquei" foi a tônica da manifestação virtual.