13/10/2018 00:00 -03 | Atualizado 13/10/2018 11:17 -03

Vivian Oliveira, a manauara que trocou a rotina na fábrica pelo sonho nos palcos

Após ser dispensada do setor onde trabalhou por 20 anos, ela realizou seu sonho como cantora. “Minha vida estava nas notas, nas batidas, na música”, conta a 220ª mulher de Todo Dia Delas.

Vivian Oliveira é a 220ª mulher de Todo Dia Delas, projeto editorial do HuffPost Brasil.
Iana Porto/Especial para HuffPost Brasil
Vivian Oliveira é a 220ª mulher de Todo Dia Delas, projeto editorial do HuffPost Brasil.

Ela deixou de lado blusas e calças de alfaiataria, o tailleur e os clássicos terninhos. Saiu da gerência do setor comercial de uma fábrica para soltar a voz no palco. A manauara Vivian Oliveira, aos 42 anos, olha para trás sem se arrepender da mudança. "Eu ganhava bem, tinha carro, apartamento. Conseguia pagar minhas contas, mas não era feliz e precisava mudar."

A Vivian de hoje é bem diferente daquela de 20 anos atrás, quando começou a trabalhar em uma fábrica na Zona Franca de Manaus como assistente administrativa. A disciplina era rigorosa. Acordava às 5 da manhã todos os dias e só chegava em casa depois das 7 da noite. "Além de correr atrás de fornecedores para melhorar meu desempenho, eu tinha que estudar à noite para me qualificar. O mercado exigia e eu não podia ficar para trás", recorda a rotina que julgava "maçante".

Foram cerca de duas décadas de uma jornada de tensões e estresse em vários setores no Polo Industrial de Manaus. Desempenhava funções administrativas, em qualidade e suprimentos. Nas poucas horas de folga, cantava na igreja.

O preconceito é silencioso. Mas eu não me importo. Me reencontrei e sou feliz com o trabalho que escolhi.

Iana Porto/Especial para HuffPost Brasil
Quando tinha 35, Vivian Oliveira tatuou pela primeira vez sua paixão pela música.

Cantar era um hobby que tinha desde muito nova. "Sempre cantei desde pequena em reuniões de amigos e família. Mas sempre fui estimulada pelos familiares a trabalhar duro para crescer financeiramente. Era só o que valia", conta.

Aos 35, chegou a tatuar na pele sua paixão pelo canto. Foi nessa época que um convite irrecusável bateu à sua porta. Uma banda de rock queria Vivian como vocalista. Ela topou na hora.

Ao abraçar a carreira paralela, precisou ser transparente com o chefe do setor na fábrica. Ele a alertou sobre a importância de conciliar bem o trabalho com a rotina de shows. "Ele não queria que o show atrapalhasse", relembra. "Eu achei que não, mas atrapalhou e muito; eu estava sem ânimo para continuar ali [na fábrica]."

Vivian estava enfadada de acordar cedo todos os dias para fazer o que não gostava. O coração e a mente dela estavam na banda, não mais nas longas planilhas de fornecedores. A carta de alforria, como ela gosta de chamar este episódio, veio em 2015: uma demissão em massa.

A minha vida estava nas notas, nos ritmos, nas batidas, na música. Não pude ignorar.

Iana Porto/Especial para HuffPost Brasil
A demissão do polo industrial de Manaus foi uma janela de oportunidade para Vivian realizar seu sonho.

A dispensa foi uma medida de corte de gastos devido à crise econômica — que atingiu empresários da indústria e provocou a demissão de mais de 15 mil trabalhadores, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM). "Enxerguei uma oportunidade de viver do que amava e não pensei duas vezes."

Vivian continuou na banda de rock e tentou trabalhar como autônoma com gastronomia, mas a experiência não deu muito certo. "A vida foi andando de tal forma que a única coisa que me sobrava era a música. Era o destino avisando", crê.

Veio de um amigo o conselho para deixar a culinária de lado. "Na lata, ele disse que meu caminho era na música mesmo. Foi simples e direto! Serviu como um estalo", recorda.

Se música era sua sina, o ideal era montar a própria banda. Do zero mesmo. Deixou o conjunto de rock em que estava há 3 anos e foi atrás. Entrou em contato com baixistas, guitarristas e bateristas que tinham as mesmas referências.

Lançou a Gramophone, uma banda que interpreta grandes artistas nacionais e internacionais. Vivian também faz composições do grupo que ela classifica como "expressão ímpar e frenética da música popular".

O nome Gramophone foi escolhido por se referir ao aparelho antigo que reproduz um som rústico e chega mais perto da proposta da banda de cantar e tocar para almas e não para ouvidos. Eles se apresentam em bares, restaurantes e eventos culturais de Manaus.

Uma paixão que já dura 3 anos e que ela fez questão de também tatuar com uma adaptação, ligando o instrumento ao coração.

A música é universal e consegue atingir todas as pessoas. Encaro a música, a arte, como missão!

Iana Porto/Especial para HuffPost Brasil
Vivian mostra a tatuagem de gramofone, que representa a banda que montou em 2015 e da qual continua líder e vocalista.

Quando Vivian decidiu viver só da música, os amigos ficaram inspirados com tamanha ousadia. Ela teve que mudar completamente de rotina com a agenda de ensaios e apresentações. Hoje vai dormir às 5 da manhã e planeja tudo da banda. "A experiência na indústria acabou me ajudando hoje com esse trabalho. A parte burocrática de uma banda é complicada e eu sei fazer tudo", comemora.

A Vivian de hoje também aproveita o cenário musical para se posicionar como mulher artista. Ela acredita que qualquer voz precisa lutar para ter força e tamanho. "Sinto que estou contribuindo muito mais para sociedade como mulher artista hoje do que antes", diz.

Dona de uma voz expressiva e imponente, Vivian se orgulha da nova melodia de sua trajetória. Ela encontrou o seu sentido. "Quando você faz aquilo que ama, nada fica pesado", diz, em tom de alívio.

Iana Porto/Especial para HuffPost Brasil
A voz potente de Vivian é o motor de sua vida.

Ficha Técnica #TodoDiaDelas

Texto: Samira Benoliel

Imagem: Iana Porto

Edição: Diego Iraheta

Figurino: C&A

Realização: RYOT Studio Brasil e CUBOCC

O HuffPost Brasil lançou o projeto Todo Dia Delas para celebrar 365 mulheres durante o ano todo. Se você quiser compartilhar sua história com a gente, envie um e-mail para editor@huffpostbrasil.comcom assunto "Todo Dia Delas" ou fale por inbox na nossa página no Facebook.

Todo Dia Delas: Uma parceria C&A, Oath Brasil, HuffPost Brasil, Elemidia e CUBOCC.