NOTÍCIAS
12/10/2018 16:22 -03 | Atualizado 12/10/2018 16:35 -03

Arnaldo Antunes usa poesia em repúdio ao caos político

Em vídeo de 12 minutos, o artista faz um manifesto sobre a violência na política.

Arnaldo Antunes faz poesia do momento político: "Isso não é um poema. Só desabafo".
HuffPost Brasil
Arnaldo Antunes faz poesia do momento político: "Isso não é um poema. Só desabafo".

Em um vídeo de quase 12 minutos, Arnaldo Antunes publicou um manifesto contra o clima de violência que permeia a discussão no País.

Intitulado de Isto não é um poema, a obra minimalista foi considerada "potente" por conta de seus versos. Em telas com fundos pretos, frases políticas escritas em letras brancas vão surgindo aos poucos. Elas são lidas pela voz do cantor.

Assista:

O texto faz referência ao capoeirista baiano assassinado após ter declarado voto no presidenciável Fernando Haddad (PT). Relembra, também, o assassinato de Marielle Franco e o incêndio no Museu Nacional.

O autor também direciona críticas aos discursos de ódio que circulam nas redes sociais: "Como explicar a Lei Rouanet para quem não assimilou a Lei Áurea?"

No Twitter, fãs e seguidores elogiaram o posicionamento do artista.

Outros se emocionaram com o manifesto.

O manifesto de Arnaldo Antunes acompanha o movimento de artistas que se posicionaram nos últimos dias. O rapper Criolo, conhecido por suas letras contundentes, lançou o vídeo Boca de Lobo que expõe o caos político do País.