NOTÍCIAS
07/10/2018 10:03 -03 | Atualizado 07/10/2018 10:29 -03

Michel Temer vota em SP e defende uso das urnas eletrônicas: 'Sempre deram certo'

"Quem for eleito é a vontade do povo. É a vontade do povo que determina", afirmou o presidente da República.

AFP/Getty Images
Presidente votou em um colégio da zona oeste de São Paulo.

O presidente da República Michel Temer chegou às 8h20 da manhã deste domingo (7) no colégio Santa Cruz, na bairro Alto de Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. De acordo com o jornal O Globo, ele estava acompanhado apenas por seguranças e levou cerca de cinco minutos para votar.

Questionado na saída pela imprensa sobre a possibilidade de vitória de Jair Bolsonaro (PSL), Temer defendeu que a escolha dos eleitores nas urnas deve ser respeitada.

"A vontade do povo é que determina. Aliás, isso é uma determinação da Constituição. O poder não é nosso. Quem será, o Bolsonaro, ou Haddad, de quem seja. O poder é o povo. E certa e seguramente, dependendo do primeiro e segundo turno, quem for eleito, tomará posse", disse.

Aos jornalistas, Temer disse afirmou estar "otimista com o exercício democrático que todos estão fazendo" e disse também ter convicção de que as eleições serão tranquilas em todo o País.

Prestes a deixar o Palácio do Planalto, o presidente disse ainda ter confiança nas urnas eletrônicas, equipamento que nas últimas semanas virou alvo de questionamentos do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

"Eu acredito nas urnas eletrônicas. Sempre deram certo. Não há nenhum problema em relação às urnas eletrônicas", afirmou Temer.