POLÍTICA
02/10/2018 19:22 -03 | Atualizado 02/10/2018 19:41 -03

Datafolha: Rejeição a Fernando Haddad cresce 9 pontos e atinge 41%

Jair Bolsonaro, contudo, continua sendo o candidato mais rejeitado.

Nelson Almeida/AFP/Getty Images
Rejeição ao petista Fernando Haddad disparou no levantamento do Instituto Datafolha.

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (2) mostra que a rejeição ao candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disparou e atingiu 41%. Na última sondagem, divulgada na sexta-feira (28), 32% dos entrevistados responderam que não votam em Haddad de jeito nenhum.

O líder de rejeição, contudo, continua sendo Jair Bolsonaro(PSL), com 45% - esse número oscilou um ponto para baixo em relação à pesquisa anterior.

A seguir a rejeição de cada candidato na pesquisa desta terça, em comparação à sondagem anterior:

Jair Bolsonaro: 45% (-1)

Fernando Haddad: 41% (+9)

Marina Silva: 30% (+2)

Geraldo Alckmin: 24% (=)

Ciro Gomes: 22% (+1)

Henrique Meirelles: 15% (-1)

Guilherme Boulos: 15% (-2)

Cabo Daciolo: 14% (-3)

Alvaro Dias: 13% (-2)

Vera Lúcia: 13% (-5)

Eymael: 12% (-5)

João Amoêdo: 12% (-2)

João Goulart Filho: 11% (-3)

Rejeita todos/não votaria em nenhum: 3% (-1)

Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 1% (-1)

Não sabe: 4% (=)

LEIA: Bolsonaro cresce e tem 32% das intenções de voto a 5 dias do 1º turno

No caso da rejeição, os entrevistados podem responder mais de um nome, e por isso a conta não fecha em 100%.

O Datafolha ouviu 3.240 eleitores em 225 cidades do País nesta terça. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro é de 2 pontos, para mais ou para menos.