POLÍTICA
01/10/2018 18:57 -03 | Atualizado 01/10/2018 19:05 -03

Dono da Havan pressiona funcionários a votar em Bolsonaro: 'Se esquerda ganha, está preparado para sair?'

Em vídeo aos funcionários, Luciano Hang, eleitor declarado do candidato do PSL, ameaçou "repensar planejamento" da marca caso "a esquerda vença".

Reprodução/Twitter

Após declarar abertamente seu voto no candidato do PSL, Jair Bolsonaro, o dono das lojas Havan, Luciano Hang, divulgou um vídeo direcionado aos seus funcionários sobre o risco de a "esquerda" ganhar e o Brasil "virar a Venezuela" após as eleições presidenciais neste domingo (7). "Você está preparado para sair da Havan?", perguntou o empresário aos colaboradores.

No vídeo, que viralizou nas redes sociais, Hang começa alertando o risco do Brasil virar a Venezuela. "Partidos como PSDB, PT, PSOL, PCdoB e PDT são alinhados com o comunismo. E o comunismo do mal, aquele que quer destruir a sociedade, destruir a família, destruir os empregos", ameaçou. O vídeo foi postado em um canal interno de comunicação com seus funcionários, segundo a revista Veja.

O comunicado continua dizendo que, por isso, o dia 7 de outubro, domingo em que vão acontecer as eleições presidenciais no Brasil, é o "dia mais importante da nossa história."

Então, Hang afirma que fez algumas pesquisas internas e descobriu que 30% de seus colaboradores pretendem votar branco e nulo. "Olha a responsabilidade que nós temos com esse país. Olha o esforço que eu estou fazendo por esse país, gerando mais empresas, mais empregos, e nós deixarmos a oportunidade passar. Depois não adianta mais reclamar", enfatizou. E acrescenta:

"Se você não for votar, se for anular o voto ou votar em branco, depois do dia 7 [de outubro], nosso país lamentavelmente ganha a esquerda e nós vamos virar a Venezuela, vou dizer pra vocês: até eu vou jogar a toalha, até eu que sou o cara mais entusiasmado. Vou dizer pra vocês: Havan vai repensar nosso planejamento."

Hang ainda ameaça não abrir mais lojas. E novamente pressiona seus colaboradores:

"Você está preparado para sair da Havan? Você está preparado para ganhar a conta da Havan? Você que sonha em ser líder, gerente, crescer com a Havan, já imaginou que tudo isso pode acabar no dia 7 de outubro?"

Repercussão

O apelo de Luciano Hang aos funcionários começou a ser compartilhado nas redes sociais e a marca Havan chegou a ser um dos assuntos mais comentados no Twitter.

As declarações renderam uma enxurrada de críticas e boicote por parte dos usuários.

Apoiadores de Jair Bolsonaro, porém, defenderam o empresário.