POLÍTICA
01/10/2018 00:03 -03 | Atualizado 01/10/2018 00:03 -03

Debate na Record: Ciro estampa 'cartaz' com sua colinha e é copiado por adversários

No início do debate, apenas Álvaro Dias, Guilherme Boulos e Ciro Gomes tinham estampado a 'colinha' com o número da candidatura. A ideia foi copiada rapidamente.

Vale tudo para arrecadar votos extras na reta final das eleições presidenciais, que acontecem no próximo domingo (7).

No debate da TV Record, que está rolando na noite de hoje, alguns candidatos fizeram questão de estampar o número de sua candidatura em sua roupa. Enquanto alguns exageraram no tamanho do adereço, outros candidatos copiaram a ideia dos adversários.

No começo do debate, os presidenciável Álvaro Dias (Podemos), Guilherme Boulos (PSOL) e Ciro Gomes (PDT) colaram os números em seus paletós. Ciro, aliás, chamou atenção do público pelo tamanho de seu adesivo -- que mais parecia um cartaz, na opinião de alguns usuários.

Após o primeiro bloco, de repente, surgiram também adesivos com a "colinha" de Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede).

Meirelles e Alckmin adesivaram seus ternos com o número 15 e 45, respectivamente, enquanto o candidato do PT, Fernando Haddad, preferiu colocar uma estrelinha vermelha na lapela.

Na Marina, um enorme broche com "18" apareceu entre um bloco e outro e assustou alguns usuários.

Apesar das brincadeiras, candidatos acertaram em estampar seus devidos números nesta reta final -- principalmente a candidata da Rede.

Segundo levantamento do Datafolha, os eleitores de Marina Silva são os que menos sabem o número da candidata: 85% afirmam desconhecer o número, enquanto 7% dos apoiadores citaram número errado e apenas 9% mencionaram corretamente o número 18.