27/09/2018 18:20 -03 | Atualizado 11/10/2018 17:49 -03

Marcas de roupas apostam em atitudes sustentáveis

Existem marcas atuando no Brasil que apostam em produtos e atitudes que reduzem o impacto ambiental.

Divulgação: Insecta Shoes

Nos últimos anos, a indústria da moda tem sido objeto de inúmeras críticas - seja pelas péssimas condições de trabalho praticadas por algumas marcas pelo mundo, seja pelo impacto ambiental que a indústria gera. Segundo a organização não-governamental Sustain Your Style, apenas a indústria de petróleo polui mais do que a da moda. Consumo excessivo de água, poluição dos recursos hídricos, uso intenso de produtos químicos... razões não faltam para criticar.

Mas, sim, é possível comprar produtos sem peso na consciência. Existem marcas atuando no Brasil que tentam fazer diferente - apostando em produtos e atitudes que reduzem o impacto que elas podem causar. Conheça algumas delas.

Insecta Shoes (foto)

Criada em 2014, a Insecta Shoes aposta nos chamados "calçados veganos" - isto é, que não trazem impactos ambientais, nem usam produtos como couro. A marca aproveita tecidos descartados e produtos como plástico. Desde sua criação, a empresa reciclou mais de 900 quilos de tecidos e mais de 2 mil garrafas PET. E, por causa do método de produção, cada par é único.

Molett

A aposta da Molett é em roupas que podem ser usadas em qualquer época do ano - independente do clima que esteja fazendo lá fora. A empresa procura reaproveitar todo o tecido em suas coleções. A estampa do ano passado que sobrou pode ser usada para fazer os bolsos de uma calça neste ano. O mote é: nada se perde.

Comfort

A Comfort lançou em 2008 o Comfort Concentrado 1 Enxágue, um amaciante concentrado que reduz o uso de água necessário para lavar a roupa. Apenas meio litro do produto é necessário para lavar até cem quilos de roupa. Além disso, Comfort tem o Puro Cuidado, que não tem corante - sendo ideal para pessoas de pele sensível.

Osklen

Desde sua fundação, em 1988, a Osklen incentiva a produção de algodão orgânico. Além disso, a marca conta com uma linha de bolsas e calçados feitos a partir do couro do pirarucu - que normalmente é jogado fora após o peixe ser comido.

Veja o vídeo: https://vimeo.com/279134151#at=3

Gioconda

Lingeries também podem ser feitas a partir de fibras naturais, em métodos eco-friendly. A Gioconda Clothing usa algodão orgânico para criar calcinhas e sutiãs à moda antiga - artesanalmente e em edição limitada. Até mesmo os saquinhos que embalam as peças são produzidos a partir de retalhos de tecidos que sobram nos cortes.

Min

A marca Min aposta em fibras naturais, tendo o linho como carro-chefe. As fibras são biodegradáveis e não queimam gás carbônico em sua produção, ao contrário de sintéticos, baseados em plástico e que demoram mais de dois séculos para se decompor quando vão parar em rios e mares após o descarte. Outra vantagem é que o linho natural fica mais macio com o passar do tempo.

Consumo responsável

Com essas dicas você consegue começar a comprar suas roupas - e cuidar delas - sabendo que está fazendo escolhas conscientes.

SOBRE PODER DAS ROUPAS

Como uma roupa pode mudar o seu olhar sobre alguém? E como um estilo de se vestir pode mudar você mesmo? O Huff Post Brasil, em parceria com Comfort, traz "O Poder das Roupas": um canal com conteúdo sobre sustentabilidade, moda e inspiração para quem quer mudar seu estilo de forma leve, inteligente e alinhada com a saúde do meio ambiente.