POLÍTICA
26/09/2018 14:15 -03 | Atualizado 26/09/2018 16:00 -03

CNI/Ibope: Bolsonaro tem 27%; Haddad, 21%; Ciro, 12%; Alckmin, 8%; e Marina, 6%

Pesquisa CNI/Ibope anterior, de junho, trazia Bolsonaro e Marina na liderança, em cenário sem Lula.

Montagem/GettyImages

Pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira (26) mostra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, na liderança com 27% das intenções de voto. Em segundo lugar está Fernando Haddad, do PT, com 21%. Ciro Gomes (PDT), com 12%, e Geraldo Alckmin (PSDB), 8%, estão em seguida. A candidata Marina Silva, da Rede, aparece com 6% das intenções de voto.

A sondagem aponta tendência de segundo turno.

Em um eventual segundo turno, o líder na pesquisa, Jair Bolsonaro, não supera nenhum candidato.

Para esta sondagem, a CNI/Ibope ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios, entre 22 e 24 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-04669/2018.

Cenário em junho

Na pesquisa anterior, divulgada em 28 de junho, no cenário sem Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa, Jair Bolsonaro (PSL) registrou 17% das intenções de voto, seguido por Marina Silva (Rede), com 13%. Ciro Gomes (PDT) tinha 8%; Geraldo Alckmin (PSDB), 6% e Fernando Haddad (PT), 2%.

A sondagem apresentava 14 candidatos com pelo menos 1% de intenções de voto, incluindo alguns que desistiram da corrida presidencial, como Fernando Collor de Mello (PTC), Flávio Rocha (PRB) e Rodrigo Maia (DEM). O percentual de brancos e nulos era de 33% e 8% não sabiam ou não responderam.

O total de eleitores sem candidato chamou atenção do gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca. De acordo com ele, em junho de 2014, brancos e nulos somavam apenas 8%.

Quanto à rejeição, Bolsonaro liderava com 32%, ao lado de Collor. Alckmin registrava 22%, seguido por Ciro e Marina, com 18%. Haddad tinha 12%.