POLÍTICA
26/09/2018 15:09 -03 | Atualizado 26/09/2018 15:10 -03

CNI/Ibope: 44% não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum

Os candidatos Fernando Haddad (PT) e Marina Silva (Rede) tem índice de rejeição de 27% cada.

Bloomberg via Getty Images
Rejeição a Bolsonaro é a mais alta entre os presidenciáveis.

Em convergências com as últimas pesquisas eleitorais divulgadas, a CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira (26) mostra alta rejeição do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. Ele sustenta o índice de 44%. O candidato também é o mais rejeitado, segundo pesquisa Datafolha e Ibope. Em seguida e empatados estão os candidatos Fernando Haddad (PT) e Marina Silva (Rede), com 27% cada.

Geraldo Alckmin, do PSDB, aparece na pesquisa com índice de 19%, Ciro Gomes (PDT), 15%. A sondagem destaca que os dois são os candidatos com mais de 5% das intenções de voto com as menores rejeições.

Segue a tabela de rejeição dos candidatos:

Jair Bolsonaro: 44%

Fernando Haddad: 27%

Marina Silva: 27%

Geraldo Alckmin: 19%

Ciro Gomes: 16%

Cabo Daciolo: 11%

Henrique Meirelles: 11%

Eymael: 10%

Alvaro Dias: 9%

Guilherme Boulos: 9%

Vera: 9%

João Amoêdo: 8%

João Goulart Filho: 7%

Poderia votar em todos (Esp.): 2%

Não sabe/ Não respondeu: 7%

Para esta sondagem, a CNI/Ibope ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios, entre 22 e 24 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. No caso de rejeição, a conta não fecha em 100% porque uma pessoa pode rejeitar mais de um candidato. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-04669/2018.