POLÍTICA
14/09/2018 19:26 -03 | Atualizado 14/09/2018 19:26 -03

Datafolha: Bolsonaro continua líder de rejeição, 44%

Rejeição a Fernando Haddad foi a única que cresceu além da margem de erro, foi de 22% para 26%.

Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL.
Diego Vara/Reuters
Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL.

Jair Bolsonaro, presidenciável do PSL, segue com o título de candidato mais rejeitado pelo eleitorado brasileiro. Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (14) mostra que 44% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O índice oscilou positivamente dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais. Era de 43%, em 10 de setembro, na pesquisa anterior.

O único candidato que registrou crescimento na rejeição além da margem de erro foi o petista Fernando Haddad, que teve a candidatura oficializada no dia 11. O indicador foi de 22% para 26%. Marina Silva, da Rede, segue a segunda mais rejeitada, com índice de 30% - era 29% no início da semana.

Veja a rejeição dos principais candidatos:

Jair Bolsonaro (PSL): 44%

Marina Silva (Rede): 30%

Fernando Haddad (PT): 26%

Geraldo Alckmin (PSDB): 25%

Ciro Gomes (PDT): 21%

Aqui os dados de rejeição desses candidatos, divulgado em 10 de setembro:

Jair Bolsonaro - 43%

Marina Silva - 29%

Geraldo Alckmin (PSDB) - 24%

Fernando Haddad (PT) - 22%

Ciro Gomes (PDT) - 20%

O Datafolha entrevistou 2.820 eleitores em 187 municípios do País. O índice de confiança é de 95%, e a margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.