ENTRETENIMENTO
11/09/2018 15:14 -03 | Atualizado 11/09/2018 17:16 -03

'O Grande Circo Místico' representará o Brasil na disputa pelo Oscar 2019

Filme de Cacá Diegues está na disputa por uma vaga na categoria Melhor Filme em Língua Estrangeira.

O ator Jesuíta Barbosa é destaque no filme na pele do mestre de cerimônias Celaví.
Divulgação
O ator Jesuíta Barbosa é destaque no filme na pele do mestre de cerimônias Celaví.

O Grande Circo Místico foi anunciado nesta terça-feira (11) como representante brasileiro na disputa por uma vaga entre os cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira do Oscar 2019.

Dirigido pelo veterano Cacá Diegues, o filme conta a história de cinco gerações da família austríaca Kieps, dona de um circo criado em 1910, a partir do olhar de Celaví (Jesuíta Barbosa), um mestre de cerimônias que não envelhece. Além do ator, o elenco traz Mariana Ximenes, Bruna Linzmeyer, Juliano Cazarré e Antonio Fagundes, Rafael Lozano, Vicent Cassel e Catherine Mouchet.

O roteiro é uma parceria entre Diegues e George Moura (Linha de Passe) inspirada em um poema do escritor Jorge de Lima (1893-1953). O filme também apresenta músicas de Chico Buarque e Edu Lobo.

A atmosfera poética e a presença de pérolas do cancioneiro nacional foram aspectos positivos que influenciaram a decisão da comissão de seleção, presidida por Lucy Barreto. "O mundo está precisando de um pouco de poesia, de um pouco de magia", afirmou a produtora de cinema.

Coprodução entre Brasil, Portugal e França, O Grande Circo Místico foi rodado em 2015, em Lisboa. Neste ano, o filme teve sua primeira exibição no Festival de Cannes e também abriu o prestigiado Festival de Gramado.

A estreia nos cinemas está marcada para o dia 15 de novembro.

Assista ao trailer abaixo:

Veja abaixo os outros 21 filmes brasileiros que disputavam uma vaga para concorrer ao Oscar:

Além do Homem, de Willy Biondani

Alguma Coisa Assim, de Esmir Filho

O Animal Cordial, de Gabriela Amaral Almeida

Antes que Eu Me Esqueça, de Tiago Arakilian

Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor

As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra

Benzinho, de Gustavo Pizzi

Canastra Suja, de Caio Soh

O Caso do Homem Errado, de Camila de Moraes

Como É Cruel Viver Assim, de Julia Rezende

Dedo na Ferida, de Silvio Tendler

O Desmonte do Monte, de Sinai Sganzerla

Encantados, de Tizuka Yamasaki

Entre Irmãs, de Breno Silveira

Ex-Pajé, de Luiz Bolognesi

Ferrugem, de Aly Muritiba

Não Devore Meu Coração!, de Filipe Bragança

Paraíso Perdido, de Monique Gardenberg

Talvez uma História de Amor, de Rodrigo Bernardo

Unicórnio, de Eduardo Nunes

Yonlu, de Hique Montanari

Photo gallery7 avós inesquecíveis do cinema See Gallery