POLÍTICA
09/09/2018 17:28 -03 | Atualizado 09/09/2018 17:28 -03

Em domingo de debate, presidenciáveis fazem campanha nas redes sociais

Álvaro Dias, do Podemos, foi único a gravar vídeo nas ruas antes do embate na TV Gazeta.

Geraldo Alckmin será um dos presentes no debate da Gazeta.
Paulo Whitaker / Reuters
Geraldo Alckmin será um dos presentes no debate da Gazeta.

Se no sábado (8) os principais candidatos à Presidência da Repúblicasaíram às ruas e adotaram um discurso de paz após o atentado contra a vida do deputadoJair Bolsonaro, no domingo (9) a estratégia foi diferente.

Confirmados no debate marcado para ter início às 18 horas na TV Gazeta, 6 presidenciáveis trocaram o corpo a corpo das ruas pelas redes sociais.

Geraldo Alckmin (PSDB) usou o Twitter para felicitar a comunidade judaica pelo Rosh Hashaná (Ano-Novo) com um "Shaná Tová!", mesma estratégia adotada por João Amoedo (Novo) que, ao contrário de Alckmin, não estará presente no debate.

>

Marina Silva usou as redes somente para anunciar presença no 3º Debate Presidencial – antes esteve nos eventos organizados pela Band e pela Rede TV!, no qual roubou a cena em embate direto com Jair Bolsonaro.

Guilherme Boulos foi outro a aproveitar o domingo apenas para convocar seus eleitores a apoiá-lo nas redes sociais. O candidato do PSol pediu um "tuitaço" para celebrar sua presença ao lado dos principais candidatos à Presidência.

Ciro Gomes foi outro a evitar as ruas no domingo e resumir suas aparições nas mídias sociais ao anúncio de sua presença nos estúdios da TV Gazeta.

Henrique Meirelles (MDB) fez postagem dupla e, além de anunciar presença no debate, colou um quiz (não interativo), rotulado "Seu Candidato é o Cara", no qual apresenta suas virtudes em determinados pontos quando comparado aos demais candidatos.

O único que estará presente no debate a destoar foi Álvaro Dias. O candidato do Podemos gravou um vídeo na Vila Madalena, em São Paulo, para "refletir sobre a Democracia".

Fernando Haddad, candidato a vice pelo PT, convocou os aliados para um ato que acontecerá no Tuca (Teatro da Universidade Católica de São Paulo), às 19 horas desta segunda-feira (10).