COMIDA
06/09/2018 16:29 -03 | Atualizado 06/09/2018 17:34 -03

Como uma comédia adolescente da Netflix disparou as vendas de Yakult nos EUA

Sim, muitos americanos desconheciam o leite fermentado com lactobacilos vivos 😶.

Por incrível que pareça, o Yakult não era muito conhecido nos Estados Unidos. Não era. Desde o lançamento da comédia romântica "To All the Boys I've Loved Before", (ou "Para Todos os Garotos Que Eu Já Amei") na Netflix, as vendas da bebida láctea dispararam nos Estados Unidos. Em algumas cidades, os estoques acabaram em poucos dias.

No filme, Peter Kavinsky dá carona à Lara Jean Covey e sua irmã mais nova Kitty. Antes de chegar à escola, ele dá um gole da bebida na conhecida garrafinha e diz: "Uau, isso é bem gostoso."

"Inacreditável como Peter K viveu toda sua vida sem Yakult."

A bebida foi chamada de "iogurte coreano" e o nome Yakult não foi citado em nenhum momento, mas o detalhe não passou despercebido e a bebida se tornou um fenômeno de vendas nos Estados Unidos.

Apesar de ser muito conhecida no Brasil, lançada na década de 60, a bebida infantil não era tão famosa entre os americanos. Muitos nem conheciam Yakult e sites como o DailyMeal tiveram que explicar o que era a bebida:

"Para todas as pessoas que nunca tomaram Yakult, ele é descrito como um leite desnatado fermentado com uma variedade de Lactobacillus casei Shirota, que previne a diarréia e aumenta a saúde do intestino. Foi Lançado pela primeira vez no Japão em 1935 e foi introduzido nos mercados dos EUA em 1999."

Isso deixou os internautas brasileiros intrigados.

Quem já era fã da bebida também se assustou com a repentina procura nas lojas americanas. Usuários relataram que tiveram dificuldades de encontrar a bebida.

"Isso explica porque acabou na HEB [mercado americano] na semana passada, mesmo vendendo por US$ 5 o pacote."

Enquanto uns reclamaram da falta do produto nos supermercados, a produtora de lácteos Yakult Honsha comemorou o impacto positivo nas vendas, que apresentavam crescimento mais lento nos últimos tempos.

Segundo a Bloomberg, após a aparição do Yakult, as ações da empresa, que caíram cerca de 6% neste ano, subiram 2,6% desde 17 de agosto, quando o filme foi lançado na plataforma.

"Devido aos níveis crescentes de conversação, acreditamos que o Yakult está alcançando uma consciência de marca maior, o que provavelmente resultará em um valor de vendas maior", disse à Bloomberg Mark Bachman, chefe da plataforma TickerTags da M Science, empresa de pesquisa que analisa a relação entre menções das marcas nas redes com o desempenho das vendas.