NOTÍCIAS
06/09/2018 18:03 -03 | Atualizado 06/09/2018 20:32 -03

Adelio Bispo de Oliveira: Quem é o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro

Nas redes sociais, mineiro de 40 anos postava diversas críticas ao candidato do PSL.

Adelio Bispo feriu Bolsonaro com faca.
Montagem/Reprodução/Facebook/YouTube
Adelio Bispo feriu Bolsonaro com faca.

O homem que confessou ter esfaqueado Jair Bolsonaro, candidato pela Presidência pelo PSL, é Adelio Bispo de Oliveira. A agressão ocorreu em ato de apoio à campanha do presidenciável em Juiz de Fora (MG).

O mineiro de 40 anos foi preso em flagrante. Ele estava sendo linchado e foi levado pelos policiais para a delegacia da Polícia Federal no município. De acordo com o jornal mineiro O Tempo, o deputado estadual Léo Portela (PR-MG) relatou que militantes espancaram Bispo após a facada.

Bispo disse que esfaqueou Bolsonaro por "motivos pessoais" e "a mando de Deus", de acordo com o boletim de ocorrência.

Em seu perfil no Facebook, Bispo faz diversas postagens críticas a Bolsonaro e ofensivas aos eleitores do candidato.

Reprodução/Facebook
Adelio faz críticas duras a Jair Bolsonaro pelo Facebook.

Bispo chegou a ser filiado ao PSol de 2007 a 2014. Ele postou imagens em manifestação pedindo a renúncia do presidente Michel Temer em maio deste ano. Também há no perfil dele imagens de participação em ato com militantes por "Lula Livre".

Além de Bolsonaro, o mineiro é crítico de outros políticos, como a senadora Ana Amélia (PP-RS), vice na chapa de Geraldo Alckmin. "É ladra de projetos, publicados em rede social, como este Face aqui", acusou.

Natural de Montes Claros, Adelio Bispo também costuma postar com frequência sobre maçonaria.

Ameaças no perfil do acusado de ferir Bolsonaro

No perfil de Bispo, militantes de Bolsonaro deixam comentários com ameaças pela estocada no candidato. Ele é acusado de "criminoso" e "assassino".

"Se sua intenção era promover o mito, você conseguiu", escreve apoiador. "Nada irá nos parar."

Reprodução/Facebook
Militantes de Bolsonaro deixam ameaças em perfil de agressor.

Reprodução/Facebook

Boletim médico divulgado pela Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora informa que Bolsonaro deu entrada no início da tarde no hospital com "lesão por material perfurocortante na região do abdômen".

"Ele foi atendido na urgência, passou por um exame de ultrassom e foi para o centro cirúrgico", diz a Santa Casa.

De acordo com seu filho Flavio Bolsonaro, a situação de seu pai "foi mais grave que esperávamos". "A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto", afirmou pouco depois das 18h. A condição de Bolsonaro ficou estável, segundo o filho.