Comportamento

Brasil lidera a lista de países mais sedentários da América Latina, diz OMS

A OMS recomenda que seja praticada pelo menos 2 horas e meia de esforço moderado ou 75 minutos de atividade intensa, por semana.

Novo estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) chama atenção para índice de sedentarismo no Brasil. De acordo com a pesquisa publicada nesta quarta-feira (5), 47% dos brasileiros não praticam atividades físicas suficiente para se manter saudável.

Para o relatório, o ideal para se manter uma rotina equilibrada seria o cumprimento da recomendação padrão da OMS, que aconselha que seja praticado pelo menos 2 horas e meia de esforço moderado ou 75 minutos de atividade intensa, por semana.

Entre as mulheres, o número é ainda mais preocupante: 53,3% tem uma rotina ociosa, enquanto a prevalência de inatividade entre os homens é de 40,4%.

O sendentarismo é uma das principais causas de doenças não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de câncer. No mundo, 1,4 bilhões de pessoas correm riscos de saúde pela falta de atividade física.

O Brasil lidera a lista dos países mais sedentários e a América Latina é a região do mundo com mais ociosos. De acordo com os especialistas responsáveis pelo estudo, a rápida urbanização e a massificação do uso de aparelhos eletrônicos estão diretamente ligadas ao aumento do sedentarismo.

A OMS, ainda, recomenda que os países adotem políticas nacionas de transportes não motorizados, como caminhadas e pedaladas, como forma de combater o sedentarismo.