POLÍTICA
31/08/2018 20:34 -03 | Atualizado 31/08/2018 20:34 -03

Quando será o segundo turno das eleições 2018?

Disputa pela Presidência e pelos governos estaduais pode ter a necessidade de duas votações.

Fique atento: primeiro turno será dia 7 de outubro e o segundo, dia 28 do mesmo mês.
Reprodução/TSE
Fique atento: primeiro turno será dia 7 de outubro e o segundo, dia 28 do mesmo mês.

O primeiro turno das eleições gerais de 2018 no Brasil será realizado no domingo, dia 7 de outubro, mas essa não será a única vez que os eleitores terão que sair de suas casas para votar neste ano.

Com exceção dos representantes do Legislativo (Câmara dos Deputados, Senado e Assembleia Legislativa), que são eleitos em turno único, as cadeiras de presidente da República e dos governadores estaduais dificilmente são definidas sem a necessidade da realização de um segundo turno.

Caso o cenário atual das pesquisas eleitorais se mantenha inalterado e haja a necessidade do segundo turno para a definição do novo presidente da República e de alguns governadores estaduais, a data definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é 28 de outubro, três domingos após a primeira votação.

Por que há segundo turno?

O segundo turno nas eleições no Brasil foi introduzido pela Constituição de 1988 para a escolha de presidente, governadores e prefeitos em cidades com mais de 200 mil habitantes.

Somente há a necessidade de dois turnos em um pleito quando, na primeira votação, o vencedor não conseguir alcançar a maioria absoluta dos votos válidos, ou seja, 50% + 1 — excluindo os votos brancos e nulos dessa conta.

As primeiras eleições para presidente realizadas com sistema de dois turnos foram em 1989. Luiz Inácio Lula da Silva, da coligação encabeçada pelo PT, e Fernando Collor de Mello, do PRN, disputaram o segundo turno. Collor foi eleito e, antes do fim do mandato, sofreu processo de impeachment.