POLÍTICA
31/08/2018 12:50 -03 | Atualizado 31/08/2018 14:23 -03

Bolsonaro quer reduzir imposto de quem paga muito e taxar mais os sonegadores

Candidato aposta no ajuste fiscal para reduzir impostos, mas propostas apresentadas em plano de governo são vagas.

Bolsonaro promete rediscutir impostos que incidem no preço da energia e dos combustíveis.
Nelson Almeida/AFP/Getty Images
Bolsonaro promete rediscutir impostos que incidem no preço da energia e dos combustíveis.

Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, propõe em seu plano de governo a "unificação de tributos e a radical simplificação do sistema tributário nacional", "eliminando distorções e aumentando a eficiência da arrecadação".

As medidas propostas, no entanto, são vagas.

O documento sugere, por exemplo, "melhorar a carga tributária brasileira fazendo com que os que pagam muito paguem menos e os que sonegam e burlam, paguem mais".

Há, ainda, a proposta de "descentralização e municipalização para aumentar recursos tributários na base da sociedade".

Bolsonaro também promete reduzir impostos no longo prazo, a partir do ajuste fiscal.

"Gradativa redução da carga tributária bruta brasileira paralelamente ao espaço criado por controle de gastos e programas de desburocratização e privatização", diz o texto.

O candidato afirma que vai rediscutir com "todos os entes federativos" os impostos que incidem no preço da energia e dos combustíveis.