MULHERES
28/08/2018 21:24 -03 | Atualizado 28/08/2018 23:07 -03

Renata Vasconcellos para Jair Bolsonaro no Jornal Nacional: 'Ajudo a pagar seu salário'

Clima ficou tenso na entrevista quando o candidato foi questionado sobre desigualdade salarial.

Reprodução/Twitter/Reality Social/TV Globo
Renata Vasconcellos endureceu com Bolsonaro no Jornal Nacional nesta terça-feira (28).

Jair Bolsonaro foi o segundo candidato a presidente entrevistado pelo Jornal Nacional nesta semana. Ele foi alvo de questionamentos dos âncoras Renata Vasconcellos e William Bonner nesta terça-feira (28).

Assim como no debate da RedeTV!, o clima esquentou quando desigualdade salarial entre homens e mulheres foi o tema de pergunta dos jornalistas.

A princípio, Bolsonaro tentou dizer que nunca havia defendido que homens e mulheres recebessem salários diferentes por desempenhar a mesma função. Porém, ele já afirmou isso, sim, como você pode ler aqui.

Renata Vasconcellos insistiu:

Bolsonaro sugeriu que poderia haver diferença salarial entre homens e mulheres, apontando para Bonner e Vasconcellos. "Me parece que ele ganha mais que a senhora", disse.

A âncora, então, ficou claramente incomodada com a tentativa de comparação do candidato do PSL.

Leia a íntegra da invertida dela em Bolsonaro:

"Vou interromper vocês dois. Eu poderia, como cidadã brasileira, poderia fazer questionamento sobre seus proventos. Porque o senhor é um funcionário público, deputado há 27 anos. Como contribuinte, eu ajudo a pagar o seu salário. O meu salário não diz respeito a ninguém. E eu posso garantir ao senhor que, como mulher, eu jamais aceitaria receber um salário menor que um homem que exerces as mesmas funções e atribuições que eu."

Bolsonaro encerrou esse tópico da discussão ao acusar a TV Globo de viver com grande parte de recursos da União, insinuando que os salários pagos pela emissora também teriam fonte no dinheiro público.