13/08/2018 12:12 -03 | Atualizado 13/08/2018 12:13 -03

Priscilla Machado, a naturóloga por vocação

Ela caminha e resiste dentro de uma prática pouco conhecida no Brasil. “Sabia que queria juntar o contato com a natureza com o cuidado do outro.”

Tatiana Reis/Especial para HuffPost Brasil
A naturóloga Priscilla Machado é a 159ª entrevistada de Todo Dia Delas, projeto editorial do HuffPost Brasil.

"Vou fazer vestibular para Naturologia." Quando a moradora de Brasília Priscilla Machado contou pros pais o que tinha escolhido como carreira, foi recebida com silêncio e depois com o questionamento: "o que é isso?". Então, tentou explicar que ser naturóloga é trabalhar com o poder das plantas e da natureza em favor do bem-estar, é poder utilizar uma série de práticas complementares para melhorar a saúde, é saber prescrever terapias de tratamento alternativas para curar males, mas é, especialmente, sobre cuidar do outro. Ela está na profissão, ainda pouco conhecida no território brasileiro, há mais de 10 anos e trilha um caminho de resistência para viver do que sempre sonhou.

Quando Priscilla era pequena, adorava as plantas e chás que a avó materna, que era do interior do Pará, trazia como solução para alguma situação. Ia passar férias no sítio dela e se sentia em paz. Foi se interessando por tudo aquilo naturalmente.

"Fui crescendo e começou a história 'o que você vai fazer da vida'? Tava meio perdida e comecei a descobrir terapias manuais, tinha uma tia-avó que que era massoterapeuta e ela dizia que eu tinha jeito pra coisa. Durante uma viagem, um conhecido fez uma massagem nos meus pés e falei que era a melhor que eu já tinha recebido na vida, perguntei onde ele tinha aprendido e disse que tinha se formado em Naturologia em Portugal", conta. Quando ela voltou, descobriu que havia duas universidades com o curso no Brasil, uma em São Paulo e outra em Florianópolis.

Quando chegou a hora de decidir, sabia que queria juntar o contato com a natureza com o cuidado do outro.

Tatiana Reis/Especial para o HuffPost Brasil
Estar próxima à natureza sempre foi pré-requisito para o exercício profissional de Priscilla Machado.

A família recebeu a notícia da escolha dela com cautela. Priscilla chegou a prestar vestibular para Fisioterapia e Letras, passou em todos, mas no fim foi a Naturologia que falou mais alto. A jovem foi de Brasília para Florianópolis com receio, claro, mas aberta para a nova experiência. "Foram vários processos: de morar sozinha, numa cidade em que eu nunca tinha estado antes, de ficar longe da família. Foi bem difícil. Mas o próprio curso te acolhe porque tem pessoas no mesmo barco e porque tudo o que se vê no conteúdo mexe com algumas coisas dentro de você, que vai te transformando e você começa a aplicar as coisas em você mesmo. O curso basicamente me instigou a buscar algumas coisas que eu não tinha acessado internamente", relembra.

A Naturologia também está conectada à busca do autoconhecimento, do movimento de reencontro da essência com feminino e o empoderamento das mulheres. "O nosso espaço está cada vez maior, porque estamos tentando viver de fato, sem temer mais. Estamos mais ousadas, queremos entender qual é nosso lugar no mundo. E isso vai junto com o fato de a gente cuidar mais da saíde mental também, algo que foi negligenciado por muito tempo para as mulheres. Autocuidado é necessário". aponta Priscilla.

As mulheres estão buscando se conhecer e entender o que a gente de fato sentem. Está tudo conectado.

Tatiana Reis/Especial para o HuffPost Brasil
Florais, aromaterapia e acupuntura são algumas técnicas associadas à naturologia.

Até pouco tempo atrás quando ela dizia que era naturóloga, os mais diversos comentários apareciam. "O que você faz? Fica abraçando árvores?", era o tipo de pergunta que recebia. "Até uns 3 ou 4 anos, era uma coisa muito exótica você usar aromaterapia, floral. Era visto como coisa de bruxa, hippie e de gente que abraça árvore mesmo", brinca Priscilla. "Mas agora as pessoas estão se abrindo mais para o novo e para a busca de outras alternativas que funcionam."

A Naturologia é um campo de conhecimento que enxerga o ser humano como um todo, que não exclui emocional de físico, além de entender que não é possível seguir um padrão ou protocolo de atendimento. "Ninguém é igual a ninguém, e por isso a nossa gama de técnicas é muito ampla exatamente", explica. Ela tem base nos pilares da medicina chinesa, indiana e xamânica. Priscilla acabou indo buscar especializações e seguiu mais a técnica da acupuntura, florais de Bach e aromaterapia.

O processo de cura começa, na verdade, com o reconhecimento do que você está sentindo.

Tatiana Reis/Especial para o HuffPost Brasil
Priscilla Machado precisou por muito tempo explicar que ser naturóloga não tem nada a ver com "ficar abraçando árvores".

"À medida que o curso foi passando, eu pensei: 'beleza, o que eu vou fazer agora?, Eu vou falar pras pessoas: 'sou naturóloga'. E como eu vou convencer de que isso é bom pra elas? Eu fiquei perdida. O que eu vou fazer com isso? A Naturologia é muito abrangente e eu pensei que talvez não tivesse um caminho certo", conta. Ela faz um atendimento diferenciado para quem busca se cuidar para além dos remédios convencionais. Não é um caminho fácil e é uma prática ainda pouco conhecida no Brasil, mas pode ser uma alternativa. "A Naturologia traz muitos conhecimentos que ficaram lá atrás. Na época da minha avó, ela não tomava remédio pra febre, ela fazia compressas com plantas, as pessoas usavam escalda-pés. Essas coisas foram perdidas e podem ser resgatadas"

Para fazer um tratamento com um naturólogo, a pessoa não precisa ter uma queixa física específica, pode estar apenas querendo alimentar a mente e próprio bem-estar. "Normalmente, o primeiro atendimento eu pergunto desde de como está o sono até quantas idas ao banheiro. Não existe um número determinado de sessões. Cada ser é único com seu organismo, então vamos sentindo ao longo do processo, e a pessoa tem independência no tratamento. Algumas coisas ela precisa fazer por ela, como o escalda-pés, usar os óleos ou meditação, por exemplo; fica nas mãos de em que está sendo tratada", explica.

A gente pode usar os recursos da natureza que são riquíssimos e estão disponíveis para o autocuidado.

Priscilla já teve sonhos de ter um spa ou um lugar que tivesse vários tipo de terapias, mas vê os desafios de encontrar profissionais e um mercado ainda restrito. Mas já planeja algo mais concreto para os próximos dias. "Meu perfil é ter o que a gente pode considerar um espaço que eu consiga desenvolver meu trabalho naquilo que eu tenha de ferramentas. Daqui a 5 anos, me vejo com um espaço de atendimento perto da natureza, que esteja literalmente conectado com grama, árvores, plantas ervas, algum lugar que me aproxime. Uma casinha com espaço e cheia de vidros", revela. "Todo dia eu jogo isso pro Universo", conclui.

Tatiana Reis/Especial para HuffPost Brasil
A naturóloga planeja abrir um espaço próximo à natureza para oferecer os tratamentos que ela consegue disponibilizar.

Ficha Técnica #TodoDiaDelas

Texto: Tatiana Sabadini

Imagem: Tatiana Reis

Edição: Andréa Martinelli

Figurino: C&A

Realização: RYOT Studio Brasil e CUBOCC

O HuffPost Brasil lançou o projeto Todo Dia Delaspara celebrar 365 mulheres durante o ano todo. Se você quiser compartilhar sua história com a gente, envie um e-mail para editor@huffpostbrasil.comcom assunto "Todo Dia Delas" ou fale por inbox na nossa página no Facebook.

Todo Dia Delas: Uma parceria C&A, Oath Brasil, HuffPost Brasil, Elemidia e CUBOCC