POLÍTICA
10/08/2018 00:13 -03 | Atualizado 10/08/2018 14:57 -03

Cabo Daciolo: As 6 pérolas do candidato à Presidência pelo Patriota

Entre fake news e pregações, candidato do Patriota arrancou risadas.

Cabo Daciolo é candidato à Presidência da República pelo Patriota.
Reprodução/Band/Twitter
Cabo Daciolo é candidato à Presidência da República pelo Patriota.

Um dos candidatos à Presidência menos conhecidos dos eleitores, Cabo Daciolo (Patriota) chamou atenção no debate da Band por suas pérolas na noite desta quinta-feira (9).

Daciolo é bombeiro militar de 42 anos que está concluindo seu primeiro mandato como deputado federal. Ele foi eleito pelo PSol em 2014, mas foi expulso por "infidelidade partidária" porque suas propostas iam contra o Estado laico — uma dos pilares da legenda de esquerda.

Aliás, em sua primeira participação do debate, Daciolo bradou: "Glória a Deus".

Muitas das declarações de Daciolo se baseiam em fake news, como a existência do grupo Ursal, ou dados equivocados.

A seguir, algumas das principais pérolas de Cabo Daciolo nesta noite:

1. Dinheiro é o que mais tem.

"Essa crise [fiscal] é uma crise mentirosa. Vou fazer auditoria da dívida. Temos 400 bilhões de sonegadores, incluindo emissoras, banqueiros. Dinheiro é o que mais tem."

A população brasileira tem hoje 208 milhões de pessoas.

2. O grande problema da sociedade é a falta de amor.

Ao ser questionado sobre o problema da violência contra a mulher, Cabo Daciolo resumiu: "falta amor".

3. A urna eletrônica: o que o senhor tem a falar dela?

Cabo Daciolo discursou sobre a aliança partidária que envolve o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, em tom crítico ao Centrão. E, ao emendar a pergunta, surpreendeu: "a urna eletrônica: o que o senhor tem a falar dela?". A plateia riu.

4. Fé, esperança e amor!

O tom de Daciolo é de pregação.

"Tá chegando o momento de clamarmos a Deus. Em nome do senhor Jesus, tá chegando a transformação. Com fé, esperança e amor."

5. Eu sou o servo de Deus vivo.

O militar repetiu o teor religioso em seu discurso.

6. Nunca me colocaram numa pesquisa eleitoral!

Cabo Daciolo se queixou da ausência de seu nome nas pesquisas eleitorais, como Datafolha e Ibope. Tendo em vista sua baixa visibilidade, até brincou:

Muita gente se divertiu com as frases bem-humoradas de Daciolo:

Ele e o candidato pelo PSol, Guilherme Boulos, deram aquela agitada no debate da Band:

Eleitor de Bolsonaro também vai de Boulos?

Realmente um alívio cômico?