POLÍTICA
07/08/2018 18:25 -03 | Atualizado 07/08/2018 19:07 -03

Sem Lula, PT quer púlpito vazio na Band e planeja 'debate paralelo' com Haddad

Justiça negou pedido do PT para que Lula fosse ao debate, e Band não autoriza a participação do vice.

Vice de Lula, Fernando Haddad (PT) quer fazer na internet transmissão paralela ao debate da Band na TV.
Patricia Monteiro/Bloomberg/Getty Images
Vice de Lula, Fernando Haddad (PT) quer fazer na internet transmissão paralela ao debate da Band na TV.

Sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula na Silva no debate da Band entre os candidatos à Presidência, na próxima quinta-feira (9), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), vice na chapa petista, disse que planeja fazer um "debate" paralelo pela internet no mesmo horário.

Segundo Haddad, a ideia é fazer um debate "programático", com exposição de propostas.

Condenado pela Operação Lava Jato, Lula está preso desde abril em Curitiba. O PT tentou autorização da Justiça para que ele participasse do debate, mesmo que por teleconferência, mas o pedido foi negado.

Uma opção seria que Haddad representasse Lula, mas a Band afirma que o programa é destinado exclusivamente aos candidatos a presidente.

Sem a presença do PT no debate, o partido pediu à Band que o púlpito que seria destinado a Lula fique vazio. De acordo com José Sergio Gabrielli, um dos coordenadores da campanha petista, o partido irá à Justiça "se for necessário".

Sobre o "debate" paralelo, Gabrielli disse que o formato ainda não foi definido, mas que a ideia é fazer uma transmissão na qual Haddad responderá às mesmas perguntas feitas aos presidenciáveis que estiverem nos estúdios da Band.

Debate Band

A Band confirma a presença de 8 candidatos à Presidência em seu debate: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).

O candidato do Novo ao Planalto, João Amoêdo, tem usado as redes sociais para reclamar que não poderá ir aos debates.