COMIDA
07/08/2018 16:21 -03 | Atualizado 08/08/2018 15:00 -03

9 coisas que você não sabia sobre o Big Mac, que completa 50 anos

Você sabia que o Big Mac é igual em todo o mundo, menos na Índia?

O Big Mac completa neste mês 50 anos de vida. O sanduíche mais famoso no mundo instiga até hoje o imaginário das pessoas em relação à sua receita, molho especial e até a origem do seu hambúrguer.

Assim, o HuffPost Brasil coletou algumas curiosidades sobre o sanduíche da rede de fast-food McDonald's. Veja:

O Big Mac foi criado por um franqueado, não pela marca

Bettmann Archive

Diferentemente do que muitos acreditam, o Big Mac não foi criado pelo McDonald's. Quem o criou foi o franqueado em 1967 para atrair o público adulto para o seu restaurante em Pittsburgh, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Sucesso absoluto na região, o lanche entrou oficialmente ao cardápio da rede só no ano seguinte, em 1968.

Só a partir de 1971 o sanduíche passou a ser vendido internacionalmente, chegando na Holanda, Alemanha, Austrália, entre outros.

A data oficial do aniversário do Big Mac é o dia 2 de agosto, data de aniversário de Delligatti. Neste ano, ele completaria 100 anos.

Primeiro Big Mac brasileiro

ANTONIO SCORZA via Getty Images

O primeiro Big Mac brasileiro foi preparado na loja da rua São José, no centro do Rio de Janeiro, em 1979. Em São Paulo, a unidade da Avenida Paulista passou a servi-lo só em 1981.

O Big Mac é igual em todo o mundo. Menos na Índia

Bloomberg via Getty Images

Os ingredientes "dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, picles e um pão com gergelim" são servidos da mesma maneira em 120 países.

Na Índia, porém, o Big Mac é diferente e foi apresentado ao menu apenas em 2014. Lá, diferente do resto do mundo, ele é feito com hambúrguer de frango e se chama Chicken Maharaja Mac. O motivo é óbvio: a vaca é sagrada na Índia.

Ingredientes do Big Mac vêm do Brasil e de outros países

Bloomberg via Getty Images

Praticamente todos os ingredientes do lanche são produzidos por aqui. A carne bovina é produzida com exclusividade pela JBS, o pão é fabricado em uma fábrica em Osasco, na Grande São Paulo, a alface é produzido em partes do Brasil e o molho é feito com ingredientes nacionais. Os únicos importados são a cebola e o picles.

São vendidos 1 milhão de Big Macs por mês só no Brasil

Bloomberg via Getty Images

Já no mundo, o McDonald's vende cerca de 1,5 bilhão de Big Macs por dia!

O Big Mac teve de se adequar aos novos tempos

AFP/Getty Images

Todo mundo já sabe que redes de fast-food estão longe de ser sinônimos de alimentação equilibrada e saudável. Porém, elas tiveram que mudar suas receitas para se adequar às exigências nutricionais. O pão do Big Mac, por exemplo, é livre de gordura trans e seu alface também não tem agrotóxico. Além disso, em 2011, foram realizadas algumas reformulações para redução de calorias e nutrientes como sódio e açúcar, assim como a adição de vitaminas B1, B6 e B5.

Mas, não é por causa destas mudanças que está liberado consumir lanches com frequência. Vale lembrar que a moderação é a chave para uma alimentação adequada.

Molho é o único a não sofrer nenhuma mudança

AFP/Getty Images

O molho mantém a mesma fórmula ao longo das últimas 5 décadas.

O maior mito do sanduíche é que seu hambúrguer seria feito de minhoca

Bloomberg via Getty Images

Este é um dos maiores mitos em torno do Big Mac que foi propagado nestas últimas décadas. O McDonald's garantiu ao HuffPost que este boato não tem nenhum fundamento. "É evidente que a carne é 100% bovina, partes dianteiras e costelas do boi. Os hambúrgueres não levam nenhum outro tipo de ingrediente ou conservante. Nos restaurantes, durante o preparo, são adicionados apenas sal e pimenta."

O molho especial do Big Mac já foi vendido nos EUA. E no Brasil?

AOL

Infelizmente, a assessoria de imprensa do McDonald's afirma que não há planos para vender o molho no Brasil, por enquanto.