NOTÍCIAS
06/08/2018 18:53 -03 | Atualizado 06/08/2018 18:53 -03

Primeira convocação de Tite após Copa da Rússia está rodeada de suspense

Lista para amistosos contra Estados Unidos e El Salvador será divulgada em 17 de agosto.

Vinícius Júnior tem encantado a torcida do Real Madrid e é nome certo na renovação do ataque da Seleção Brasileira.
Susana Vera / Reuters
Vinícius Júnior tem encantado a torcida do Real Madrid e é nome certo na renovação do ataque da Seleção Brasileira.

Passada a frustração pela eliminação prematura na Copa da Rússia e o adiamento do sonho da conquista do hexa, o técnico Tite, confirmado pela CBF como comandante da Seleção Brasileira até 2022, fará sua primeira convocação no novo ciclo na sexta-feira da próxima semana (17).

A lista servirá para os primeiros amistosos da equipe após o Mundial, diante de Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro, respectivamente, ambos nos Estados Unidos.

A primeira convocação do gaúcho deverá estar recheada de novos nomes que servirão de base também para a preparação visando à Copa América de 2019 e, obviamente, o Mundial de 2022, que será disputado no Qatar.

Olho no futuro

Paulo Whitaker / Reuters
Rodrygo, do Santos, foi observado de perto por Tite e pode receber chance na Seleção.

Tite e os membros de sua comissão técnica têm trabalhado forte na observação aos novos talentos do futebol brasileiro e é possível que alguns destes nomes apareçam na lista de sexta-feira (17).

Pedro, do Fluminense, atual artilheiro do Brasileirão, Rodrygo, do Santos, Lucas Paquetá, do Flamengo, Everton, do Grêmio, e Luan, também do time gaúcho, e que chegou a ser cotado para a Copa da Rússia, são alguns dos jovens especulados.

Confira abaixo estas e mais algumas das novidades que poderão aparecer na relação de convocados de Tite.

Pedro (Fluminense)

Stringer . / Reuters
Jovem Pedro assumiu a camisa 9 do Fluminense e já é ídolo da torcida do Tricolor Carioca.

Atual artilheiro do Campeonato Brasileiro, Pedro une habilidade e faro de gol. Por isso, é um dos nomes mais cotados para estar na primeira lista pós-Copa de Tite.

Everton (Grêmio)

Rápido, veloz e letal pelo lado esquerdo do ataque, Everton, o Cebolinha, também tem chamado a atenção pelo bom futebol, como mostra o vídeo acima. Está sendo observado de perto.

Lucas Paquetá (Flamengo)

Getty Images
Lucas Paquetá esteve na lista de "suplentes" para a Copa e, se Tite mantiver a coerência, estará também na renovada convocação.


O flamenguista Lucas Paquetá é um dos pontos fortes da boa campanha rubro-negra no Brasileirão e já chamou a atenção de Tite antes mesmo da Copa da Rússia.

Vinícius Júnior (Real Madrid)

Talvez seja esse o principal nome da reformulação da Seleção. Vendido pelo Flamengo ao Real Madrid, Vinícius Júnior chegou mostrando serviço no clube espanhol e tem encantado a todos.

Arthur (Barcelona)


Getty Images
Arthur chegou quietinho ao Barça e já cavou um lugar entre os titulares.

Mais um brasileiro negociado recentemente com o futebol espanhol e que está enchendo os olhos da mídia mundial. Arthur, que esteve na lista de suplentes oficiais para a Copa da Rússia, chegou ao Barcelona com gol na estreia e ótimo futebol.

Eder Militão (São Paulo)


Paulo Whitaker / Reuters
Éder Militão é útil tanto na lateral direita quanto no miolo da zaga, e essa versatilidade agrada ao técnico da Seleção.

Militão é polivalente e atua tanto na lateral direita quanto no meio da zaga. Foi destaque do São Paulo na campanha que colocou o Tricolor na liderança do Campeonato Brasileiro e se despediu para jogar no Porto, de Portugal.

Rodrygo (Santos)

Chamado de 'novo raio da Vila', apelido dado a Neymar, Robinho e outros jovens que apareceram para o futebol mundial no Santos, Rodrygo foi observado de perto por Tite e tem boas chances de estar nessa convocação.

Luan (Grêmio)


Reuters Photographer / Reuters
Principal nome do ataque gremista na conquista da Libertadores de 2017, Luan tem bola para voltar à Seleção.

O atacante Luan, do Grêmio, chegou a ter algumas oportunidades com Tite antes da Copa da Rússia, mas não se firmou no grupo. Como é jovem e talentoso, pode aparecer nesse novo ciclo do técnico gaúcho.

Nova chance

Apesar de não terem ido bem no Mundial, nomes conhecidos da torcida certamente estarão nesse início de novo ciclo.

Heinz-Peter Bader / Reuters
Gabriel Jesus foi mal na Copa, mas tem bom histórico nos amistosos pela Seleção e merece continuar.

Os mais cotados são os goleiros Ederson (Manchester City) e Alisson (Liverpool), os laterais Fagner (Corinthians) e Marcelo (Real Madrid), os zagueiros Miranda (Inter de Milão), Geromel (Grêmio) e Thiago Silva (PSG), além dos atacantes Neymar (PSG), Roberto Firmino (Liverpool) e Gabriel Jesus (Manchester City).