COMIDA
03/08/2018 15:55 -03 | Atualizado 03/08/2018 16:03 -03

Como é o cotidiano de quem trabalha degustando cerveja

No Dia Internacional da Cerveja, conversamos com uma mestre-cervejeira e um sommelier para descobrir o que um especialista em cerveja faz.

Sim, é possível beber cerveja no expediente do trabalho. Mas não em qualquer trabalho.

Neste Dia Internacional da Cerveja, conversamos com aqueles que têm como função no dia a dia degustar e experimentar os mais variados estilos de cervejas, cada ingrediente e e o que foi produzido nas diversas etapa da fabricação. Afinal, o que faz um mestre-cervejeiro e um beer sommelier?

O dia a dia

Divulgação

"Como mestre-cervejeira da Ambev, já passei por várias funções. Comecei fabricando cerveja, no chão de fábrica mesmo", disse Laura Aguiar, mestre-cervejeira e sommelier da Ambev.

Na fábrica, suas funções eram diversas, desde verificar se a produção estava sendo feita de maneira correta, controlar os lotes de tudo que era produzido e monitorar o processo e garantir de que a receita estava sendo seguida.

Aguiar também conta que uma parte importante do seu trabalho na fábrica era a degustação. A mestre-cervejeira tinha de degustar os mais variados lotes de cerveja, para atestar que todos estavam iguais, além de provar todos os ingredientes e produtos nas diversas etapas de produção. Seu trabalho era sentir os sabores e os aromas de todos os ingredientes da cerveja, do malte até da água utilizada.

"Eu degustava a matéria prima até o produto acabado e engarrafado. A degustação é uma etapa importante para garantir que todas as cervejas fabricadas tenham a mesma qualidade."Laura Aguar, mestre-cervejeira da Ambev

Com o tempo, ela foi migrando para outras áreas além da fábrica. Ela tomou conta da produção e armazenamento, e hoje é especialista de desenvolvimento de novos produtos, além de sommelier. "Esta é outra área que o cervejeiro pode migrar, que é a criação de novos produtos, novas receitas, avanços tecnológicos", comenta.

Como Gerente Corporativa Sensorial e de Ciência do Consumidor, mestre-cervejeira e sommelier da multinacional, hoje Laura Aguiar concentra esforços na parte mais estratégica da multinacional.

Se o mestre-cervejeiro participa da produção da cerveja, o sommelier entra em cena quando o produto já está pronto, na análise sensorial e harmonizações. "Sommelier em francês significa 'serviço'. Temos sommelier de vinhos, de água, de destilados, e claro, de cervejas também", conta o beer sommelier da Bier & Wein, Alexandre Guerra.

O sommelier é responsável, por exemplo, em elaborar a carta de cervejas, estudar os diferentes estilos de cervejas, e suas devidas harmonizações gastronômicas. "A cerveja tem um leque maior de harmonizações que o vinho. Não encontra um vinho que vai bem com feijoada, por exemplo, mas uma cerveja escura sim", disse Guerra, acrescentando que o sommelier também analisa os sabores e aromas das cervejas, além de se preocupar como ela será servida, a temperatura ideal, e até nos tipos de copos.

"Entre muitas funções, o sommelier sempre está degustando cervejas, é claro", acrescenta.

Divulgação

Como trabalhar com cerveja e o emprego no Brasil

Tanto Laura Aguiar, quanto Alexandre Guerra concordam que o mercado para mestre-cervejeiros e sommeliers de cerveja é bom, tem oportunidades de vagas e de crescimento profissional. Porém, é preciso dedicação e especialização.

"Vejo que tem muita gente no mercado, mas falta qualificação. Se a pessoa estudar e se dedicar, tem muitas oportunidades, sim", conta Aguiar.

O mercado educacional nesta área cresceu nos últimos anos. As ofertas vão desde cursos de livres e de extensão à pós-graduação.

"Tem bastante vaga, muita procura. Apesar da produção e do consumo terem caído no Brasil nos últimos anos, o consumo de cervejas especiais, nacionais e estrangeiras, tem crescido cerca de 15% a 20% ao ano", lembra Guerra. "Isso fez com que as grandes cervejarias investissem pesado no mercado, com a compra de pequenas cervejarias. Também está crescendo o número de cervejarias independentes."

Divulgação

Só a qualificação não garante emprego, no entanto.

"Uma das funções de quem trabalha na área é, certamente, degustar cerveja. Tem dias que eu chego no trabalho e tem uma bateria de degustação de cervejas que acabaram de ser produzidas. Também provo cervejas no controle de qualidade, na criação de novas receitas, novos estilos. É sempre importante estar degustando", explica Guerra, sommelier da Bier & Wein.

Não dá pra só gostar de cerveja, tem que ser um apaixonado por cerveja.