ENTRETENIMENTO
30/07/2018 01:01 -03

Os brinquedos que fizeram a cabeça das crianças dos anos 80 estão voltando

Genius, Bonecos Falcon, Ferrorama e outros clássicos da década de 1980 começaram a ser produzidos novamente.

Genius, da Estrela, fez sucesso há 4 décadas e está de volta às prateleiras.
Divulgação
Genius, da Estrela, fez sucesso há 4 décadas e está de volta às prateleiras.

Se você curte brinquedos, mas tem menos de 30 anos, provavelmente nunca ouviu falar dos bonecos Falcon, do trenzinho Ferrorama e do desafiador Genius, espécie de "disco voador" cheio de cores que emitia sequências de sons e luzes para o participante repetir. Mas ouvirá em breve.

Alguns dos brinquedos que fizeram grande sucesso na década de 1980 estão voltando para as prateleiras das lojas em 2018, quase 4 décadas depois, para a alegria das crianças e, claro, dos papais.

Um dos mais famosos é o Ferrorama. O clássico brinquedo lançado há quase 40 anos hoje está disponível em duas versões: a XP, original, movida à alavanca, e a nova, que funciona por infravermelho.

Divulgação
Ferrorama em sua nova versão, de volta após 40 anos.

Paulo Amaral/AOL
Versão original do Ferrorama, de 1980, ainda em sua caixa.

Não menos clássico que o trenzinho que recheava muitas e muitas cartas para o Papai Noel é o jogo Aquaplay.

Divulgação/Estrela

A produção do brinquedo foi interrompida pela fabricante no ano 2000, mas, desde 2017, está de volta às prateleiras, para causar furor nos fãs que adoravam ficar horas e horas tentando pendurar argolas flutuantes em pequenos bastões de plástico.

Outro brinquedo que costumava captar a atenção da garotada e foi relançado é o Genius. O "computador que brinca", como ficou conhecido em seu lançamento na década de 1980, manteve a aparência e os mesmos desafios — repetir as sequências de luzes e cores sem errar.

Divulgação/Estrela

E quem nunca se imaginou vivendo as aventuras que os bonecos Falcon encaram nas mais variadas situações? Pois bem, eles estão de volta, com todos os apetrechos que os heróis de quase 40 anos atrás também tinham.

Cada boneco hoje custa em torno de R$ 100 nas principais lojas de brinquedos do País.

Divulgação/Estrela
Falcon explorador: Herói clássico está mais atual do que nunca.

Que tal brincar de economizar com o Boca Rica? O joguinho lançado em 1984, que consiste em inserir fichas na boca do brinquedo até a portinha se abrir e determinar o vencedor, também está de volta às prateleiras de todo o País.

Divulgação/Estrela
Lançado há 34 anos, o Boca Rica está de volta.

Montagem sobre fotos Divulgação/Estrela e Paulo Amaral/Aol
Cuidado ao puxar a vareta, senão as bolinhas caem: O clássico na versão atual e na original.

O clássico Cai não Cai também voltou com as mesmas regras e a mesma diversão de décadas atrás. O interesse é tanto que até um shopping de Santos resolveu aderir à moda e criar versões gigantes dos brinquedos, como mostra a foto abaixo.

Paulo Amaral/Especial para HuffPost Brasil
Brinquedos gigantes no shopping Parque Balneário, em Santos.

Estes (ainda) não voltaram...

Há ainda outros clássicos que deixaram saudades, mas que (ainda) não voltaram às linhas de produção das fábricas de brinquedos.

Paulo Amaral/AOL
Merlin não foi relançado, mas produto original é encontrado, usado, em sites como o Mercado Livre.

Entre eles está o Merlin, também da Estrela. Muita gente ainda possui o brinquedo e o disponibiliza em sites especializados de compra e venda de artigos, como o Mercado Livre.

O Porsche 935, na caixa original, é objeto de desejo de colecionadores, assim como a divertida e simpática corrida do jogo Rally, na qual os competidores disputam quem faz o melhor tempo.

Paulo Amaral/AOL
Porshe 935 movido por controle remoto e Rally: Quem sabe não veremos novas versões em breve?

Para finalizar a sessão nostalgia, segue abaixo uma foto do robozinho mais amado da década de 1980: Artur. Quem ainda tem a relíquia em bom estado de conservação chega a cobrar até R$ 600 no Mercado Livre para se desfazer do brinquedo.

Reprodução/Mercado Livre
Quem tem a relíquia chega a cobrar R$ 600 pelo Arthur.

E aí: sentiu o gostinho da infância de volta? Lembra de mais algum brinquedo que deixou saudades? Conte pra gente nos comentários.