MULHERES
28/07/2018 17:55 -03 | Atualizado 28/07/2018 17:57 -03

Everson Zoio nega ter estuprado ex-namorada: 'Inventei tudo e estou muito arrependido'

Em vídeo, youtuber mineiro conta para os amigos como havia feito sexo sem consentimento enquanto companheira dormia.

Everson Zoio diz que está muito arrependido de vídeos gravados em 2015 e 2016.
Reprodução/YouTube
Everson Zoio diz que está muito arrependido de vídeos gravados em 2015 e 2016.

Um youtuber conta para 3 amigos como fez sexo sem consentimento com a ex-namorada, enquanto ela dormia. Todos riem e aplaudem. O vídeo ganha milhares de likes. Em 2016, quando a gravação foi feita, quase ninguém questionou que Everson Zoio estava falando e rindo de um estupro.

A cena viralizou nos últimos dias. E 2 anos depois o youtuber mineiro, cujo canal tem 9,8 milhões de inscritos, está recebendo uma enxurrada de críticas e ofensas em suas redes sociais. "Estuprador" e "lixo humano" são algumas das mais comuns.

Zoio resolveu postar um novo vídeo para explicar as duas gravações, uma de 2015 e outra de 2016, em que ele fala de sexo sem consentimento. E diz que tudo não passou de uma invenção.

"Em 2015, perguntaram pra mim no vídeo: 'você já teve uma cena engraçada na hora H?'. Realmente eu inventei essa história. Uma vez eu estava com a ex mesmo, e ela disse que não ia rolar [sexo]. Eu virei pra um lado e dormi, ela virou para outro lado. Eu quis aumentar mais coisa; homem é assim. Homem sempre aumenta; nada aconteceu, mas ele quer acrescentar algo", justificou.

Ele admitiu que "pegou pesado", que suas declarações do passado foram resultado de "atitude imatura que nem piada deveria ser". Mas ponderou que em 2016 todos aprovaram o vídeo:

"Na época, todo mundo riu. Não era esse tal de politicamente correto como é hoje. Por isso, está fazendo esse efeito todo. Hoje em dia, você não pode falar nada", queixou-se.

Nota Oficial Gostaria de esclarecer o fato sobre o suposto vídeo de sexo sem consentimento que esta circulando nas redes sociais. O vídeo é antigo de 2016, e esta totalmente fora do contexto, no vídeo estávamos contando causos (piadas), e apesar de entender que foi uma brincadeira totalmente imatura e de mal gosto, o fato não existiu, foi uma forma totalmente errada de tentar ser engraçado, mas perdi o controle e a situação se tornou agressiva e constrangedora. Não apoio nenhum tipo de violência e opressão contra mulheres ou qualquer pessoa, quem me conhece sabe que sou um cara simples de boa índole, nunca fiz mal pra ninguém e sempre estive do lado do bem. Peço desculpas a todos que foram ofendidos, meus familiares, amigos, seguidores e as pessoas em geral. Estou muito mal com a situação e abaixo segue o link do vídeo onde explico melhor tudo que aconteceu. (Link nos stories)

A post shared by Everson zoio 👁 (@eversonzoio) on

'Estou sendo julgado como estuprador'

O vídeo com pedido de desculpas de Everson Zoio já tem cerca de 270 mil visualizações, sendo mais de 75 mil curtidas e 6 mil descurtidas.

"Estou muito arrependido. Não consegui dormir à noite; peço desculpas pela piada de mau gosto", repetiu.

Zoio afirmou que se alguma menina em alguma ocasião foi forçada a fazer algo por ele, contra a vontade dela, ela deve denunciar.

"Estou sendo prejudicado. Estou sendo julgado por algo que não sou, como estuprador. Eu não sou criminoso", conclui.

A Polícia Civil de Minas Gerais informa que já começou a investigar a conduta do youtuber a partir da propagação do vídeo sobre o estupro.

Segundo o jornal O Tempo, de Minas, a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos ficou incumbida de elucidar o caso.