LGBT
26/07/2018 17:26 -03 | Atualizado 26/07/2018 17:26 -03

Google oferece treinamento sobre negócios para mulheres trans em SP

O evento faz parte da iniciativa Womenwil, programa que tem como objetivo capacitar todas as mulheres para empreender.

No Brasil, 90% das mulheres trans precisam se prostituir para se sustentar.
NurPhoto via Getty Images
No Brasil, 90% das mulheres trans precisam se prostituir para se sustentar.

O Google, em parceria com a Transempregos, plataforma que conecta candidatos trans às vagas de empresas, e a Rede Mulher Empreendedora (RME), vai realizar na próxima segunda-feira (30) um treinamento para mulheres trans sobre empreendedorismo.

O evento faz parte da iniciativa Womenwil, programa que tem como objetivo capacitar todas as mulheres a criarem oportunidades de negócios.

Durante as 16 horas de imersão, que acontece em São Paulo, as atividades de desenvolvimento pessoal e profissioanl querem ajudar na empregabilidade das mulheres trans.

No evento, serão discutidos temas como liderança, técnicas de negociação, finanças, comunicação e ferramentas digitais.

Para participar, é preciso preencher um formulário de inscrição.

O mercado de trabalho para trans no Brasil

No País, 90% das mulheres trans e travestis precisam se prostituir para se sustentar. Isso se dá, principalmente, devido ao preconceito contra a população trans. De acordo com dados da organização Transgender Europe, o Brasil lidera o ranking dos países que mais matam trans.

"Ser trans é um desafio cotidiano. Você tem que se provar todos os dias, principalmente em uma área masculinizada. Em nenhum governo houve a preocupação com a população trans. Quando se retira a orientação de gênero como pauta de discussão das escolas, é o mesmo que institucionalizar que essa população não tem mesmo direito à escola. Porque se você é LGBT e vai para a escola, é certo que vai sofrer preconceito. Eles retiraram o respeito à população LGBT como um dos alicerces da educação", declarou Daniela Andrade, ativista trans, em entrevista ao HuffPost Brasil.